• Publicado em

    Iris Rezende pede orações e chama Maguito Vilela de “nosso candidato”

    Até o momento Iris permanecia neutro na campanha.

    Na tarde desta quinta-feira (19), o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, chamou o candidato à prefeitura de Goiânia, Maguito Vilela, de “nosso candidato”.

    A declaração foi gravada e o vídeo circulou nas redes sociais. O prefeito aparece ao lado de vereadores e deputados do MDB. Boletim médico divulgado nesta quinta pelo Hospital Albert Einstein, para onde o candidato foi transferido em 30 de outubro, informa que Maguito encontra-se estável.

    No vídeo, Iris diz: “É nessa hora que todos nós, lideranças do MDB, deputados, vereadores, devemos elevar o nosso pensamento aos céus e pedir à Deus a recuperação imediata do nosso candidato à prefeito Maguito Vilela para que essa cidade possa viver esse período tão difícil, com confiança absoluta nas suas lideranças”.

    O vídeo marca um posicionamento inédito nesta campanha. Até então, o prefeito não havia se manifestado sobre apoio a candidatos no primeiro turno das eleições. O prefeito estava ao lado dos deputados estaduais Humberto Aidar, Paulo César Martins e Henrique Arantes e do vereador Andrey Azevedo.

    Em outra parte da gravação, Iris afirmou que ficou muito feliz com a visita das lideranças e ressaltou que “o partido que me fez deputado, prefeito, governador, continua vivo, atuante e nunca esse país precisou tanto da participação de políticos qualificados e idealistas como agora para encontrar aquela posição diante de tanta crise que dê segurança e garantia ao povo de dias melhores”. Iris finalizou dizendo que a visita “tocou” seu coração.

    Vanderlan Cardoso (PSD) e Maguito passaram o primeiro turno disputando o apoio do prefeito. Diante de seu silêncio, Vanderlan lançou nesta semana o slogan “Sou Iris, voto 55”, tentando conquistar votos de eleitores que aprovam a gestão do emedebista.

    Repórter Mari JTI/ via Sagres

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.