• Publicado em

    Irmã de PM desaparecida em Goiás é encontrada morta, diz família

    Polícia Civil, entretanto, ainda não confirma que corpo encontrado em Luziânia (GO) seja de Raimunda de Fátima Soares Pereira

    De acordo matéria do site Metrópoles, familiares de Raimunda de Fátima Soares Pereira, 64 anos, afirmam que a mulher, desaparecida desde a madrugada de domingo (19/11), foi encontrada morta na noite desta segunda (20). Em redes sociais, parentes de Raimunda, que é irmã de um sargento da Polícia Militar de Luziânia (GO), no Entorno, compartilharam mensagens de luto e confirmaram o fato.

    Ao Metrópoles, uma sobrinha da vítima, Flávia Alaíde, afirmou que o corpo foi reconhecido por um filho da vítima: “Meu tio estava lá e viu que era ela. Estamos muito abalados”, conta.

    O delegado responsável pelo caso confirmou a localização de um corpo em Novo Gama (GO). Segundo Danilo Martins, do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia, o cadáver estava próximo à região onde o carro de Raimunda havia sido localizado.

    No entanto, de acordo com o investigador, ainda não há confirmação sobre a identidade do cadáver. “Existe a possibilidade de que seja ela, mas a perícia ainda está no local e vai fazer a análise de documentos. A confirmação só deve ser realizada na terça (21)”, disse.

    Ainda segundo o delegado, o corpo estava em fase de decomposição inicial e não era possível, em uma primeira análise, determinar se havia marcas de violência.

    Desaparecimento
    Raimunda de Fátima Soares Pereira desapareceu na noite de domingo (19). No dia do sumiço, vizinhos notaram que o portão da casa dela, no bairro Estrela Dalva I, em Luziânia, estava aberto e a porta havia sido arrombada. Na residência, sentiram falta do carro da vítima e de alguns objetos, como televisor e aparelho de som.

    O veículo foi encontrado na tarde de segunda (20). A mulher, que tem três filhos, morava sozinha e não mantinha relacionamento amoroso recente, segundo o delegado.


    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.