• Publicado em

    Itamaraty consulta Washington sobre indicação de Eduardo Bolsonaro

    Além do aval americano, filho do presidente Jair Bolsonaro precisa passar por sabatina na Comissão de Relações Exteriores do Senado.

    A consulta do Itamaraty aos Estados Unidos sobre a indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para assumir a embaixada do Brasil no país chegou a Washington, divulgou o Estadão, que conversou com fontes que tiveram acesso ao documento. O Itamaraty trata os pedidos de “agremént” de maneira sigilosa.

    O “agrément” é uma maneira de consultar o país onde o futuro embaixador irá servir sobre eventuais restrições ao nome. Na prática, são analisados requisitos objetivos como a nacionalidade do indicado. A praxe diplomática prevê ainda que o anúncio do nome indicado aconteça só depois do sinal verde do país ao pedido de “agremént”, feito de maneira silenciosa para evitar constrangimentos em caso de recusa do indicado.

    Leia também: IFRS oferta cursos online gratuitos; não é necessário ser aluno 

    No caso de Eduardo, filho  Jair Bolsonaro, essa confidencialidade foi quebrada com o anúncio do presidente sobre a intenção de nomear o filho embaixador antes de enviar a consulta aos EUA. A perspectiva do governo brasileiro é de que os Estados Unidos respondam dentro de “alguns dias”.

    Depois do aval americano, Eduardo ainda precisará passar por sabatina na Comissão de Relações Exteriores do Senado, que confirma ou rejeita o nome em votação secreta. O Estado mostrou que aliados do governo já discutem a possibilidade da troca de integrantes no colegiado para tentar um ambiente menos hostil ao filho do presidente Jair Bolsonaro.

    Depois, para ser aprovado na comissão, Eduardo ainda terá que enfrentar o plenário da Casa. São necessários os votos da maioria dos 81 senadores, em votação secreta, para referendar a escolha do presidente. Só depois da aprovação é que Bolsonaro poderá nomear o filho embaixador. (Com informações do Estado de S. Paulo)

    Leia também: Livros autorais: autopublicação e editoras de pequeno geram oportunidade para novos autores

    Playlist Jornal Das 11, assista;

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.