• Publicado em

    Jovem  é morta a tiros em Universidade de Goiás  durante perseguição

    De acordo informações da Policia a moça estava do lado de fora da instituição quando motociclista começou a atirar. Ela entrou na faculdade para fugir, mas continuou sendo baleada.

    Uma mulher foi morta a tiros, dentro da unidade da Universidade Estadual de Goiás, em Caldas Novas, no Sul de Goiás, na manha desta segunda-feira  (4).

    Segundo a polícia, a vítima estava passando pela rua, no setor Parque das Brisas, quando começou a ser perseguida pelo criminoso em uma moto, por volta das 6h30, e tentou se proteger na UEG, passou por uma abertura no alambrado.

    Leia também: Motorista de aplicativo é morto a tiros em Goiás  

    Foram feitos cerca de  10 disparos, a vítima chegou a ser socorrida com vida pelo Bombeiros, mas ela não resistiu ao ferimentos e acabou vindo a óbito Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

    A perícia informou que a moça foi identificada como Ana Carolina Emidio, de 20 anos.

    O caso esta sendo investigado pela Policia, “A suspeita é de que o crime possa ter sido motivado pelo consumo de entorpecentes. Mas a gente tem de apurar, temos de ouvir mais pessoas. Só sabemos que o cara estava determinado a matá-la”, relatou o delegado Tibério Martins Cardoso, responsável pelo caso.

    A assessoria de imprensa da UEG informou, que a jovem não estudava na instituição e que a vigilante que estava no campus no momento do crime tomou todas as providências cabíveis para tentar socorrer a vítima.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.