• Publicado em

    Jovem mata a ex, vai a cemitério para se entregar, mas acaba morto pela PM; Veja o vídeo

    Entony teria se escondido no quintal de uma casa, onde foi surpreendido pelos policiais.

    Acusado de matar a ex-namorada a tiros por não aceitar o fim do relacionamento, Entony Enrique Ferreira da Silva Felix, de 18 anos, foi morto durante uma troca de tiros com a Polícia Militar (PM) nesta segunda-feira (20), em Diamantino (200 km de Cuiabá).

    O jovem estava foragido, mas de acordo com o oficial que atendeu a ocorrência, Entony já havia se mostrado arrependido por meio de publicações em suas redes sociais.

    Na tarde desta segunda (20), Entony ligou para a polícia e disse que gostaria de se entregar. De acordo com populares, ele teria feito a ligação da sepultura da ex-namorada. Aos policiais, ele informou que estaria no cemitério.

    Leia também: Conheça 3 podcasts no Spotify para aprender um novo idioma

    Mas, no momento da chegada dos policiais, o jovem não foi localizado. Foi então que moradores informaram à PM que o assassino havia invadido uma casa nas proximidades.

    Ao fazer uma varredura, os policiais encontraram Entony em posse de uma arma de fogo e, após tentar conversar com ele, os policiais teriam atirado quatro vezes – segundo o depoimento de um morador que não quis se identificar.

    Moradores sustentam a tese de que o jovem teria ligado para a PM não com a intenção de se entregar e ser preso – e sim para ser morto. No entanto, a informação não foi confirmada pela polícia.

    Entony foi socorrido, encaminhado ao Pronto-Atendimento de Diamantino, mas não resistiu aos ferimentos. Em nota, a assessoria da PM também trabalhou com a tese de que o assassino teria ido visitar o túmulo da ex-namorada, mas que a ocorrência ainda está em andamento.

    Leia também: Encceja 2019: as inscrições começaram nesta segunda-feira, de 20 de maio 

    “A prisão aconteceu perto do Cemitério Nova Diamantino, onde supostamente ele teria ido visitar o túmulo da ex-namorada assassinada. São as informações preliminares, pois a ocorrência ainda está em andamento”, diz trecho da nota.

    Nó vídeo abaixo é possível ver o momento em que os policiais deixam a casa onde aconteceu o confronto.

    Entenda o caso

    Thaays Almeida Silva, 18 anos, foi morta pelo ex-namorado, Entony Enrique Ferreira da Silva Felix, 18 anos, na última sexta-feira (17). De acordo com a investigação da Polícia Judiciária Civil (PJC), o assassino não aceitava o fim do relacionamento entre os dois.

    Leia também: Encceja 2019: as inscrições começaram nesta segunda-feira, de 20 de maio 

    O homicídio ocorreu na casa da vítima, localizada no bairro Bom Jesus. Familiares relataram à PJC que viram o momento que Entony chegou a residência e uma testemunha que estava na casa no momento do ocorrido disse que ouviu o casal conversando e em seguida o disparo. O corpo de Thaays foi encontrado no quintal da casa.

    Entony estava foragido desde então. Todo o crime teria sido presenciado pela filha da vítima, de apenas 4 anos.

    Leia também: Encceja 2019: as inscrições começaram nesta segunda-feira, de 20 de maio 

    Depoimentos sustentam a tese da PJC de que o suspeito era extremamente ciumento e não queria que a namorada conversasse nem com amigas, fato pelo qual ela queria romper o relacionamento.

    O LIVRE/ MCera

    Assista ao Jornal Das 11;

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.