• Publicado em

    Jovens sofrem “massacre” após terem fotos íntimas divulgadas na internet

    Algumas delas não conseguem mais sair de casa por causa das agressões verbais na rua

    .

    Jovens da cidade de Encantado, no interior do RS, tiveram fotos suas em trajes íntimos divulgadas na internet sem autorização. Depois disso, a vida delas virou um tormento.

    Elas são hostilizadas nas ruas, foram alvo de violência nas redes sociais e algumas nem conseguem mais sair de casa.

    As imagens foram inicialmente divulgadas em um grupo de seis homens em uma rede social.

    Porém, passaram a ser compartilhadas com pessoas de fora do grupo e se reproduziram pela internet.

    Uma coluna do jornal da cidade, que tem<br />
pouco mais de 20 mil habitantes, falou sobre o assunto. O dono do jornal não mediu as palavras ao comentar o caso e chegou a incitar violência contra as meninas - algumas menores de idades - e gerou polêmica em sua página pessoal

    Uma coluna do jornal da cidade, que tem pouco mais de 20 mil habitantes, falou sobre o assunto. O dono do jornal não mediu as palavras ao comentar o caso e chegou a incitar violência contra as meninas – algumas menores de idades – e gerou polêmica em sua página pessoal.

    Juremir Versetti disse que as jovens não se valorizaram e que um remédio para elas seria 'cinta de búfalo com fivela de metal fundido'

    Juremir Versetti disse que as jovens não se valorizaram e que um remédio para elas seria “cinta de búfalo com fivela de metal fundido”

    Duas mulheres da cidade criaram um grupo de apoio na internet para ajudar as jovens. Para as organizadoras da página, as meninas são vítimas porque, no momento em que as fotos foram tiradas, havia consentimento de todos os envolvidos.

    Ainda segundo as organizadoras, algumas jovens não saem mais de casa e se escondem porque sofrem agressão verbal. Versetti não quis gravar entrevista, mas publicou uma retratação em sua página pessoal

    Ainda segundo as organizadoras, algumas jovens não saem mais de casa e se escondem porque sofrem agressão verbal. Versetti não quis gravar entrevista, mas publicou uma retratação em sua página pessoal.

    O caso da exposição foi parar na polícia. Duas jovens registraram ocorrência contra os autores dos compartilhamentos. Até agora, ninguém foi penalizado

    O caso da exposição foi parar na polícia. Duas jovens registraram ocorrência contra os autores dos compartilhamentos. Até agora, ninguém foi penalizado.

    Adaptações Plantão JTI
    Fonte R7

     

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.