• Publicado em

    Kadu Moliterno diz temer que filho gay volte ao Brasil

    'O preconceito aumentou muito', declarou ator à revista

    Kadu Moliterno declarou, em entrevista à revista “Quem”, que está preocupado com a onda de violência no Brasil e teme que o filho volte ao país. O ator é pai de Kenui, de 20 anos, assumidamente gay e militante da causa LGBT em Los Angeles, nos Estados Unidos.

    “Às vezes, ele vem para as férias aqui no Brasil e eu digo para ele tomar cuidado, é claro. Porque a nossa cidade é a mais violenta da América Latina. Estamos vivendo uma crise que nunca vi igual. Em ‘Armação Ilimitada’, nós tínhamos dois caras que namoravam uma mesma mulher. Naquela época, isso foi aceito. Hoje em dia, parece que regrediu. O preconceito aumentou muito”, afirmou Kadu.

    “O meu filho é um exemplo e ajuda muito a gente a melhorar a qualidade de vida e abrir a mente. Eu dou o maior apoio a ele. Mas, eu tenho medo realmente. Eu prefiro que ele more lá em Los Angeles. Não que lá não tenha violência, mas tem muito menos do que aqui”, disse.

    Hoje meu filho Kenui faz 20anos! Parabéns e muita saúde! Saudades! Love you! #amordepai #kenui #parabéns

    Uma publicação compartilhada por Kadu Moliterno (@kadumoliterno_oficial) em

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.