• Publicado em

    Superação: Mãe e filha formam no mesmo ano

    Assistente social percorreu um longo caminho até conquistar a graduação. Lidia Mendes sempre foi incentivada pelos filhos.

     

    Para alguns brasileiros, o percurso até a graduação é mais longo do que o normal. E não foi diferente com Lidia Correia Mendes, de 47 anos. Filha de uma lavadeira e de um pedreiro, desde cedo ela precisou trabalhar e cuidar da sua irmã mais nova. A vida difícil e cheia de obstáculos não a fez deixar de sonhar com a educação.

    Mesmo estudando a vida inteira em escola pública e concluindo o ensino médio através do curso técnico em Administração, Lidia sabia que poderia ir além. Tinha o sonho de cursar uma faculdade. Depois de se tornar mãe solteira, os planos foram sendo adiados já que o estudo dos dois filhos – Elaine e Edimilson Mendes – passou a ser a prioridade da família.

    Leia também:  Nota do Enem: mesmo com nota aquém da expectativa, é possível conseguir vaga no curso desejado

    Todo esforço só trouxe bons frutos. Hoje, Edimilson concluiu o ensino médio em Eletromecânica, é músico e auxiliar administrativo em uma escola municipal. Elaine se formou em Jornalismo no segundo semestre de 2018. No mesmo ano, Lidia se formou em Serviço Social. “Estou muito feliz por ter conseguido. É muito importante concluir esse objetivo ao lado da minha filha”, comemorou a assistente social.

    A família foi o alicerce para as vitórias coletivas. “Não fiz o curso só por mim, fiz pelos meus filhos também. Sempre desejei que eles tivessem orgulho de mim”, confessa Lidia, que agora está focada em uma novo objetivo. “Não foi fácil levar a faculdade até o fim, mas hoje a alegria é imensa. O próximo passo agora é conseguir um emprego na minha área e levar meu conhecimento para quem precisa”, planeja.

    Para a jornalista, sua mãe é motivo de orgulho. “Essa garra e força de vontade que ela tem é o que me incentiva a seguir estudando seja em uma pós, mestrado e, daqui a alguns anos, no doutorado. Concluímos a graduação quase no mesmo tempo e isso é o que me fez entender que nunca é tarde para continuar”.

     

    Bárbara Maria –  Agência Educa Mais Brasil
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.