• Publicado em

    Mãe viraliza com campanha após bebê com síndrome de Down ser recusado em agência de modelos

    No Facebook, a história de Asher recebeu mais de 93 mil likes e foi compartilhada por 111,9 mil perfis

    [adsense2

    Meagan Nash resolveu criar uma campanha de alerta contra a discriminação nas agências de publicidade após seu filho, Asher, de um ano, com síndrome de Down não ser aceito como modelo. A empresa alegou que “não pediu um bebê com necessidades especiais”.

    A norte-americana, irritada com a história, decidiu compartilhar no Facebook e pediu ajuda a página Kids with Down Syndrome para divulgar a campanha. A história de Asher recebeu mais de 93 mil likes e foi compartilhada por 111,9 mil perfis.

    “Não quero usá-lo nessa confusão que estão fazendo na internet. Quero usá-lo para que o valorizem e vejam o quanto ele poderia contribuir para a propaganda. Crianças com síndrome de Down e outras deficiências são seres humanos incríveis, e eu quero que essa empresa deseje ajudar a modificar a percepção do mundo sobre isso”, afirmou a mãe em entrevista à publicação The Migthety. Via/Opovo

     

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.