• Publicado em

    Mais dois postos são autuados em Jataí por terem preços divergentes com o publicado no aplicativo Olho na Bomba

    Para maiores esclarecimentos sobre o funcionamento do aplicativo leia a matéria.

    O Procon de Jataí autuou mais dois postos de combustíveis por descumprimento dos dispositivos legais de divulgação dos preços de todos os combustíveis via aplicativo Olho na Bomba, criado pelo Ministério Público do Estado de Goiás (Lei Estadual 19.888/2017).

    De acordo com certidões enviadas pelo Ministério Público ao Procon, os postos comercializavam etanol com preços acima dos divulgados no aplicativo.

    Leia também: Cinco postos de combustível são autuados pelo PROCON de Jataí 

    Célio Borges Martins, diretor do Procon de Jataí, orienta que todos os consumidores instalem o aplicativo Olho na Bomba em seus smartphones (disponível para Android e IOS) e, caso seja constatado divergência entre os preços praticados na bomba e o divulgado no aplicativo, denunciem no próprio aplicativo, anexando a foto do cupom fiscal.

    Após o registro da denúncia, o Ministério Público envia certidão atestando a irregularidade ao Procon, que imediatamente lavra a autuação.

    Aplicativo Olho na Bomba

    O Olho na Bomba é um projeto de iniciativa do Ministério Público do Estado de Goiás, por intermédio de seu Centro de Apoio Operacional do Consumidor, realizado em parceria com a Universidade Federal de Goiás.

    Sustentado em uma plataforma GPS, o aplicativo permite que o consumidor conheça em tempo real os preços praticados pelos postos revendedores de combustíveis de todo o Estado de Goiás. Além de outras funções, também é possível identificar os postos e os preços praticados no trajeto que se pretende percorrer.

    Leia também: Jataí registra preço mais alto do combustível no estado 

    As informações de preços são repassadas pelo próprio posto de combustível, que, em virtude da Lei Estadual 19.888/17, é obrigado a comunicar imediatamente ao MPGO todas as alterações de valores cobrados, sob pena de multa. Caso você constate alguma divergência de preço entre o valor exposto no APP e o valor efetivamente cobrado pelo posto revendedor, denuncie pelo próprio aplicativo que encaminharemos uma equipe de fiscalização até o local.

    Utilizando o Olho na Bomba você estimula a concorrência entre os postos de combustíveis, o que tornará os preços praticados mais justos, e fornece aos órgãos de fiscalização uma importante ferramenta de investigação.

    MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS E UFG MAIS PERTO DE VOCÊ!

    Baixe o aplicativo e tenha uma ferramenta que o ajuda não só a economizar na hora de abastecer como também permite fiscalizar as irregularidades nos preços de combustíveis:

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.