• Publicado em

    Maradona morreu por insuficiência cardíaca enquanto dormia, diz autópsia preliminar

    Jonatan Espósito, filho de María Rosa, irmã de Maradona, foi a última pessoa a ver o craque com vida. Autópsia ainda detectou "coração com cardiomiopatia dilatada".

    O jogador de futebol argentino Diego Armando Maradona morreu de insuficiência cardíaca e edema agudo do pulmão enquanto dormia, diz relatório preliminar da autópsia realizada no corpo do craque na noite desta quarta-feira (25).

    Segundo informações do site Pagina 12, o relatório foi divulgado pela Procuradoria Geral de San Isidro, encarregado da autópsia, que detectou ainda “coração com cardiomiopatia dilatada” – uma dilatação ventricular do músculo cardíaco.

    Maradona morreu enquanto dormia e o último a vê-lo com vida foi o sobrinho, Jonatan Espósito, às 23 horas da terça-feira. Filho de María Rosa, irmã do jogador, Jonatan estava na casa, no bairro de Vila Nova, no bairro de Tigre, em Buenos Aires, com a mãe, um auxiliar de enfermagem, um segurança, uma enfermeira e uma cozinheira.

    Segundo nota do Ministério Público, por volta das 11h30 desta quarta-feira, o psicólogo Carlos Díaz e a psiquiatra de Maradona, Agustina Cosachov, chegaram à propriedade e foram os primeiros a entrar na sala do andar térreo da casa.

    “Os dois se dirigiram verbalmente ao ex-jogador de futebol, que parecia estar dormindo e não respondeu, pediram que Esposito e o assistente de Maradona entrassem no quarto”, afirmam no relatório da promotoria.

    “Eles tentam acordá-lo e sem observar, a princípio, a existência de sinais vitais, exigem a presença do enfermeiro e do psiquiatra, que realizam manobras de RCP sem sucesso”, afirma o comunicado.

    Uma ambulância foi chamada e médicos tentaram reanimar Maradona com infeções de adrenalina e dopamina, sem sucesso. Logo depois, Sebastián Sanchi, assessor de imprensa de Maradona, divulgou a informações da morte do craque pelas redes sociais. Via/Plinio Teodoro/ Forum

    Repórter Mari JTI

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.