• Publicado em

    Marido abandona mulher em rodovia e ela morre atropelada

    Uma mulher, que o seu marido abandonou na autoestrada entre Gênes e Val d'Aoste, no norte de Itália, após uma discussão, foi atropelada mortalmente quando caminhava pela estrada, noticia hoje o diário La Stampa.

    No última sábado (12) à noite, Claudia Tolu, de 37 anos, e o seu marido, de 47 anos, estavam retornando para casa em Val d’Aoste, na rodovia A26, na Itália, quando começaram uma discussão acalorada.

    Tomado pelo ódio, o homem abandonou a mulher à beira da rodovia, com a sua bagagem e continuou o caminho. A mulher, por sua vez, após ter sido deixada sozinha, já de noite, começou a andar pela faixa de emergência durante cerca de 20 quilômetros.

    Numa curva, um carro, conduzido por um homem de 67 anos, acabou atropelando a mulher. O socorro chegou cerca das cinco horas da madrugada, mas ela já estava morta.

    O seu marido, que entretanto chegou ao seu destino mas que decidiu dormir na viatura, foi avisado pelos vizinhos do sucedido quando acordou, no domingo de manhã.

    Ao ser notificado pela polícia do incidente, ameaçou suicidar-se.

    O sexagenário que atropelou Claudia foi indiciado por homicídio involuntário, e o marido viúvo por cumplicidade.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.