• Publicado em

    Milene Pavorô precisou ir à polícia após ser chutada por Ratinho

    No episódio, ocorrido em 2016, a funcionária estava em uma caixa de papelão quando Ratinho chutou o objeto

    Milene Pavorô, assistente de palco de Ratinho, precisou ir à polícia várias vezes após protagonizar uma brincadeira com o apresentador do SBT. Em entrevista ao programa Lisa, Leve e Solta no YouTube, a artista disse que prestou depoimento após as imagens viralizarem na internet.

    Na ocasião da “brincadeira”, Milene se escondeu em uma caixa de papelão. Na sequência, Ratinho aparece chutando a caixa com a funcionária dentro. A cena ocorreu em 2016.

    Leia também: Black Friday Educação: descontos continuam até segunda-feira (02)

    Após o episódio, um inquérito policial foi instaurado para investigar se houve, de fato, agressão no programa. Internautas criticaram a atitude de Ratinho e pediram para Milene acionar a Lei Maria da Penha contra o chefe.

    Na sequência, a funcionária foi intimada a depor algumas vezes, mas afirma que Ratinho não chutou a caixa de propósito. Segundo ela, o apresentador não sabia que a artista estava dentro do objeto de papelão.

    No bate-papo, Milena ainda contou que chegou a receber apoio de um grupo de mulheres para denunciar Ratinho. Ela, contudo, minimizou todo o ocorrido, o qual definiu como “uma grande brincadeira”. Com informações da colunista Keila Jimenez, do portal R7.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.