• Publicado em

    Modelo que participou do clipe de Anitta é espancado até a morte

    O modelo e bartender Rodrigo Motta foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (09) no Morro do Vidigal. Ele foi um dos ‘bombeiros’ no clipe ‘Vai Malandra’ de Anitta, gravado em 2017 na própria comunidade, localizada na zona sul do Rio, no qual aparece de sunga vermelha passando óleo no corpo da cantora durante o bronzeamento na laje. A cena ganhou destaque também por conta do biquíni de fita isolante da funkeira.

    Na época, Rodrigo chegou a fechar contrato com uma agência de modelos e ainda recebeu convites para fazer presença VIP em eventos por conta da repercussão de sua participação no musical. Vários amigos do modelo usaram as redes sociais hoje para lamentar o ocorrido.

    Leia também: Número de inscritos no Enem PPL supera edição anterior

    As circunstâncias da morte ainda não foram esclarecidas. Segundo a colunista Fábia Oliveira, do Jornal O Dia, o corpo de Rodrigo foi encontrado com sinais de espancamento e com dois tiros na perna direita em uma das ruas próximas a sua casa no Vidigal. Parentes ainda o levaram para o Hospital Miguel Couto, no Leblon, mas a equipe médica informou que ele já estava morto.

    O Hospital Miguel Couto informou a impossibilidade de passar informações sobre Rodrigo Motta a pedido da família. Os parentes ainda não revelaram o horário nem o local do sepultamento para os vizinhos no Morro do Vidigal.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.