• Publicado em

    Mulher é morta a tiros em Rio Verde e principal suspeito é o ex-marido

    Moradores da região contaram que a mulher estava no carro aguardando o namorado que estava buscando uma Pizza, quando foi morta por um homem que teria passado pela rua.

    De acordo o Boletim de ocorrência da PM determinados pelo COPOM, na noite de ontem a equipe da viatura policial 11171 deslocou até a Rua 72, no Bairro Popular, em Rio Verde, onde segundo informações havia uma pessoa alvejada por disparos de arma de fogo.

    Ao chegar no local, transeuntes informaram a equipe que a vítima, Regina Maria Andrade da Silva de 48 anos, estava aguardando no banco do passageiro do carro de seu namorado, momento em que o seu ex-marido, Edemilson Florencio da Silva, de 52 anos, aproximou-se do veículo à pé, com um capacete vermelho na cabeça e blusa branca, disparando por algumas vezes através do vidro contra a vítima, não sabendo os presentes precisar quantos disparos foram e nem o modelo da arma de fogo utilizada no crime.

    Leia também:  Alunos beneficiados com bolsa de estudo se esforçam mais, aponta pesquisa

    No momento que a equipe policial chegou ao local do crime, a vítima já havia sido socorrida pelo namorado e levada até a Unidade de Pronto Socorro no mesmo veículo em que a vítima estava.

    A equipe de polícia militar, então, deslocou-se até a UPA, local onde foi possível colher o depoimento da testemunha, namorado da vítima, que relatou que a vítima vinha sendo constantemente ameaçada pelo ex-companheiro, sendo que, nesta segunda-feira (9) foram informados pelo filho do autor que tomassem cuidados, pois o seu pai estaria procurando a vítima para matá-la. Relatou ainda que no momento em que pararam em um pizzaria, no local dos fatos, este desembarcou para buscar o alimento no interior da pizzaria, momento este que o autor aproximou-se desferindo disparos contra a vítima e evadindo-se após o fato.

    Diante dos fatos a equipe acionou a perícia que esteve no local para periciar o veículo e a vítima que se encontrava dentro da unidade de pronto atendimento.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.