• Publicado em

    Mulher foi cobrar o aluguel e acabou sendo assassinada em GO

    Segundo polícia, trio matou vítima a golpes de faca. Após homicídio, eles roubaram mulher e fugiram; família pede justiça.
    Vítima: Elcione Gomes Vieira

    Vítima: Elcione Gomes Vieira

    Uma mulher de 50 anos foi encontrada morta nesta terça-feira (17) dentro de uma quitinete, pertencente ao irmão dela, em Caldas Novas, no sul do estado. Segundo a Polícia Civil, Elcione Gomes Vieira foi cobrar o aluguel em um dos imóveis quando foi assassinada por três inquilinos – um casal e outro homem – a golpes de faca. Os suspeitos do crime estão foragidos.

    O delegado Alexandre Câmara, responsável pelo caso, diz que o trio agiu de forma violenta e ainda roubou pertences de vítima. Entre eles, está um cartão de crédito, com o qual retiraram dinheiro da conta da vítima. A pista está sendo usada na investigação.

    “[Ela] foi dominada, amarrada, amordaçada e colocada dentro de um minúsculo banheiro. Depois, foram até uma rede de supermercados, onde utilizaram o caixa eletrônico. Realizaram vários saques, acredito que cerca de R$ 3 mil em dinheiro”, explica.

    Ainda de acordo com Câmara, após isso, os suspeitos foram para Goiânia e de lá pegaram um ônibus. Ele afirma que sabe para onde eles foram e já identificou o trio.

    “Temos a autoria delimitada e a identificação dessas pessoas. Agora, creio eu que nas próximas horas nós vamos conseguir se não a prisão em flagrante, a prisão [preventiva] de todos eles”, pontua.

    A família de Elcione está bastante abalada e pede que os suspeitos sejam presos. “É um crime bárbaro, foi muita maldade. A gente espera que seja feita justiça nesse caso”, diz o representante comercial Daniel Gomes, irmão da vítima.

    Adaptações Plantão JTI
    Fonte/G1 GO, com informações da TV Anhanguera

    LISTA TELEFONIA A NOVA NOVIDADE DO SITE

    CONHEÇA A LISTA TELEFÔNICA DO NOSSO SITE CLIQUE AQUI

    CONHEÇA A LISTA TELEFÔNICA DO NOSSO SITE CLIQUE AQUI

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.