• Publicado em

    Operação “Tordon” cumpre mandados de prisão contra criminosos que agia na zona rural do Sudoeste Goiano

    Ação conjunta entre delegacia de polícia civil de Caçu-GO e grupos especializados da 14a DRP combatem crimes rurais na região Sudeste do Estado.

    De acordo informações divulgadas pela 14ª DRPC, na manhã desta última terça-feira (04/02/20), em mais uma ação conjunta, a Delegacia de Polícia Civil de Caçu-GO e os grupos especializados da 14a DRP (GEPATRI, GENARC e GIH) desencadearam a 2ª fase da OPERAÇÃO TORDON, dando cumprimento a Mandados de Prisão Preventiva e de Busca e Apreensão, visando o combate a crimes rurais na região sudoeste do estado.

    A ação policial resultou na prisão de integrantes de grupo criminoso responsável há anos por diversos furtos ocorridos na zona rural de Caçu-GO e Quirinópolis-GO, resultando ainda na recuperação e apreensão de dezenas de equipamentos, de uma caminhonete Ford F-4000 e demais objetos subtraídos das propriedades.

    No âmbito da operação também foi apreendida uma caminhonete Chevrolet D-20, utilizada na prática dos crimes. Ainda nesse contexto, a Polícia Civil solicita que outras vítimas compareçam as delegacias, no sentido de informar a presença da referida caminhonete D-20 na região onde ocorreram furtos e roubos, pois acredita-se que os investigados podem ter agido nos últimos cinco anos.

    Segundo o Delegado Elexandre Cezar Rossignolo, titular da Delegacia de Caçu-GO e responsável pela operação, essa modalidade de crime além de causar grande prejuízo financeiro aos produtores rurais, vinha impondo o medo e a intranquilidade no campo.

    Para o Delegado Marlon Souza Luz, titular do GEPATRI e GENARC de Jataí-GO, ações nesse sentido também serão intensificadas visando desarticular e prender integrantes de grupos criminosos responsáveis por roubos e furtos de gado. * Tordon: é um herbicida recomendado para o controle de pragas e de ervas daninhas.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.