• Publicado em

    Paciente morre após ambulância bater contra dois caminhões em rodovia de Goiás

    Durante acidente, carga de produto tóxico ficou espalhado pela pista e foi preciso interditar a rodovia.

    A BR 153 está totalmente interditada no km 253, trecho entre São Luís do Norte e Ceres, em função de um grave acidente ocorrido por volta das 05h deste domingo.

    A ocorrência que envolveu dois veículos de cargas e uma ambulância deixou a rodovia totalmente fechada por causa do derramamento de parte da carga de uma carreta que transportava produto perigoso.

    Leia também: Mulher acusada de atropelar e matar filha de atriz é encontrada morta

    Para fugir do bloqueio, para quem segue no sentido norte para o sul, ao chegar em Uruaçu, seguir pela BR 080 e em seguida pegar a GO 080, passar por Goianésia e chegar até Jaraguá, para quem segue no sentido sul para o norte é fazer o roteiro oposto.

    O Acidente:

    De acordo informações do inspetor Newton Morais da PRF,  “O motorista da ambulância bateu na traseira de um caminhão e invadiu a pista contrária, colidindo com outro caminhão que transportava a carga perigosa. Em seguida, a ambulância saiu da pista. O paciente morreu e o condutor ficou ferido”, disse o inspetor Newton Morais, assessor de imprensa da Polícia Rodoviária Federal.

    Um jovem de 27 anos  que estava na ambulância e era transportado de Amaralina para Anápolis, morreu no local. O motorista foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para Uruaçu.

    “Não sabemos ainda a causa do acidente, se foi sono, se foi uma ultrapassagem irregular”, disse o inspetor da PRF. A rodovia segue interditada até as 10h15. Como a carga de nitrato de amônia ficou espalhada pela pista, a polícia ainda espera a chegada da empresa dona da carga para fazer a limpeza adequada.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.