• Publicado em

    Padre suspeito de estupro em Goiás trocou mensagens eróticas com outro pároco

    Padre suspeito de estupro trocou mensagens eróticas com outro pároco

    A Polícia Civil investiga meterial pornográfico encontrado no celular do padre Fabiano Santos Gonzaga, de 28 anos, preso suspeito de estuprar um adolescente de 15 anos que tem deficiência mental. O crime aconteceu na sauna de um clube, em Caldas Novas (GO). De acordo com a delegada responsável pelo caso, Sabrina Lele, Gonzaga trocava mensagens eróticas com outros párocos. As informações são do G1.

    “Aparentemente, ele mantinha conversas de cunho pornográfico com outros padres. No contato, aparece o nome de um pároco, mas isso precisa ser confirmado. Essa questão é algo pertinente à Arquidiocese”, afirmou Sabrina. Em depoimento à polícia, Gonzaga não se pronunciou sobre as mensagens.

    A defesa do padre, representada pela advogada Lorena Paixão Nascimento, nega todas as acusações. “Meu cliente é inocente, sem sombra de dúvida. A polícia está fazendo as diligências e isso será comprovado no decorrer da investigação”, disse.

    O padre foi preso no último sábado (4). De acordo coma polícia, ele econtrou o adolescente na sauna e impediu que ele saísse do local antes de terminar o ato. O jovem contou sobre o crime à mãe, que acionou a Polícia Militar.

    Um homem chegou a ir espontanemanente à delegacia para prestar depoimento contra o padre. “Segundo ele, o padre passou e ficou olhando para o órgão genital dele e dos filhos, que são crianças. O homem chegou a ficar bravo e tirar satisfação. Logo depois, percebeu que o padre estava envolvido em uma confusão e quando soube do que se tratava, veio falar com a gente”, disse a delegada.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.