• Publicado em

    Pai com HIV estupra filha de seis anos e mãe da menina defende marido

    O homem, HIV positivo, a havia estuprado, supostamente por conta de um ritual.

    Uma mulher chocou a comunidade de Gweru, no Zimbábue, após defender o marido de um crime brutal.

    O homem, HIV positivo, havia estuprado a filha de 6 anos de idade, supostamente por conta de um ritual.

    A menina havia sofrido problemas de saúde desde o nascimento, mas se recuperava ligeiramente por conta de sessões de fisioterapia em um hospital. A pequena sofreu agressões íntimas do próprio pai na presença da mãe.

    A criança havia ficado com a avó desde que tinha sete meses. No dia do ocorrido, a mãe da menina a buscou dizendo que o pai queria ver sua filha.

    Apesar do ocorrido, a mulher defendeu seu marido. A avó materna ainda acusa o casal de ter desaparecido com os demais filhos após o caso.

    Adaptações Plantão JTI
    Fonte: Asiantown
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.