• Publicado em

    Pai confessa que matou a filha de 1 ano com um tiro na cabeça, em Goias

    O suspeito foi encontrado com as meninas nos braços. O crime aconteceu na última sexta-feira (7). O homem confessou o crime e foi preso nesse sábado (8).

    Marcelo Rodrigues Machado, de 26 anos, foi preso neste fim de semana após confessar ter matado a filha de 1 ano com um tiro na cabeça, em um canavial localizado no Residencial Ipê, no município de Goianésia. De acordo com o titular 15ª Delegacia Regional de Polícia de Goianésia, Marco Antônio Maia, a Polícia Civil foi acionada inicialmente para apurar um sequestro.

    “Ele contou que quatro homens em um carro preto tinham sequestrado ele e a menina como vingança contra a família da mãe da criança. Partimos para a investigação acreditando que era a história verdadeira, mas a perícia técnica começou a apontar falhas na história do Marcelo”, conta o delegado. O suspeito foi encontrado com as meninas nos braços. O crime aconteceu na última sexta-feira (7).

    Segundo Marco Antônio, quando os policiais começaram a contradizer a versão do suspeito e a dizer que ele teria que fazer exames para provar que não havia atirado na criança, ele confessou que levou a filha para o canavial com a intensão de matá-la e depois cometer suicídio. “Ele disse que depois de dar o tiro na cabeça da criança não teve coragem de se matar. Por isso inventou a história. Também disse que teve um surto psicótico. Tudo isso aconteceu depois que ele teve uma briga com a esposa”, afirma o delegado.

    Quando Marcelo percebeu que a menina ainda estava viva, tentou chamar ajuda. Ela chegou a ser encaminhada para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, mas morreu depois de passar por cirurgia. Fonte Mais Goiás




    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.