• Publicado em

    Pai confessa ter estuprado a filha e diz que abusos eram ‘consensuais’

    Por outro lado, a vítima, na época com 11 anos, nega a versão do pai, que foi preso, e revelou que sofria ameaças de morte caso contasse a alguém

    Um homem, de 39 anos, foi preso, em Betim (MG), após suspeita de estuprar a filha, na época com 11 anos. À polícia, ele disse que os abusos sexuais eram “consensuais” e “sem ameaças”. Por outro lado, a vítima, hoje com 18 anos, nega a versão do pai e revelou que sofria ameaças de morte caso contasse a alguém.

    No decorrer dos anos e de várias agressões, a vítima pensou em tirar a própria vida, e contou sobre os abusos à madrinha, relatou o Extra. Na segunda-feira (2), elas foram até a delegacia prestar queixa contra o agressor.

    Procurada, a mãe da jovem disse que não sabia dos crimes e chorou ao ver o companheiro ser preso. Na unidade policial, ela também chegou a afirmar que a menina teria proposto ao pai dinheiro e roupas em troca de sexo.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.