• Publicado em

    Pai é morto após proibir namoro da filha

    Polícia prendeu suspeito de cometer o crime em troca de pedra de crack

    A Polícia Civil prendeu com o apoio da Polícia Militar um dos suspeitos de ter participado do homicídio do pedreiro Joaquim Moreira. de 49 anos, no fim da tarde desta quarta-feira (22). O crime ocorreu em Pires do Rio, a 147 quilômetros de Goiânia.

    De acordo com o delegado Igor Carneiro, o homem preso é Cristiano José de Alencar, de 33 anos, que participou do crime a convite de um amigo, em troca de uma pedra de crack.

    Uma das suspeitas que está sendo levantada é de participação da própria filha e de seu namorado.

    Investigações apontam que a vítima não aceitava o namoro do casal.

    O assassino, que está foragido, ficou escondido com uma garrucha perto da casa da vítima e pediu que Cristiano o chamasse até o portão. Quando Joaquim apareceu na porta da residência, o acusado disparou dois tiros no peito.

    O comparsa Cristiano é dependente químico e teria aceitado participar da execução por causa da droga prometida.

    Adaptações Plantão JTI
    Fonte O Popular
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.