• Publicado em

    Papai Noel “excitado” diz que doença no testículo causou engano

    Após ser acusado por mãe de criança de 10 anos, homem de 58 foi demitido de shopping. Ele garante não ter feito nada

    Acusado por uma mãe de ter se excitado ao segurar no colo uma criança de 10 anos – e demitido por causa disso de seu emprego de Papai Noel de shopping –, um homem de 58 anos morador de Contagem (MG) disse que é vítima de mal-entendido e que não fez nada. “É muito triste, eu fiquei sem chão, sou pai de família”, disse ele em entrevista ao jornal mineiro O Tempo.

    Leia também: Certificados do Encceja já podem ser solicitados

    De acordo com o homem, que pediu para não ser identificado, uma doença no saco escrotal foi interpretada erroneamente pela mulher que o acusou.

    “Eu deveria ter feito uma cirurgia devido a uma glândula que rompeu. O lado direito do meu testículo é maior que o outro. A calça do Papai Noel tem um tamanho maior para ter a impressão de mais fofo”, justificou o homem, sobre o volume que aparece na imagem.

    Em postagem no Facebook, a mãe da menina de 10 anos fez um relato assustador: “Bom dia, papais e mamães de Contagem. É com muita tristeza que venho fazer essa publicação. Ontem fui levar minha filha no Big Shopping. Ela quis tirar fotos com Papai Noel, o Papai Noel ficou excitado quando ela sentou em sua perna pra tirar a foto, eu queria tirar ela e ele ficava a segurar a menina”, escreveu.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.