• Publicado em

    PC desvenda homicídio onde filho foi morto na frente da mãe, em Rio Verde

    No dia do crime a mãe da vítima também foi baleada. Na operação uma tentativa de homicido também foi desvendada.

    De acordo informações divulgadas pela 14ª DRPC, a POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE GOIÁS, através do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Rio Verde, deflagrou na manhã de hoje, 18/12/2018, a segunda fase da “Operação Pace”, ocasião em que foram cumpridos três mandados de busca e apreensão domiciliar e dois mandados de prisão, contra investigados de crimes de homicídios consumados e tentados ocorridos em Rio Verde.

    Leia também: DGAP se pronuncia sobre vídeo onde estuprador aparece sendo agredido por outros presos em Rio Verde 

    As prisões foram dos investigados LEONARDO RODRIGUES VIEIRA e RAFAEL JUVILESCHI DA SILVA, o primeiro autor confesso da tentativa de homicídio ocorrida em 17/10/2017, em face da vítima E.F.S., no Jardim Helena. Já o segundo é investigado pela prática do homicídio consumado da vítima Sidney Oliveira Silva, ocorrido em 03/12/2018, na Vila Promissão (relembre o caso).

    Segundo apontam as investigações, ambos os crimes foram motivados por uma rixa envolvendo dois grupos rivais de criminosos da Vila Promissão e bairros adjacentes, que tem resultado em homicídios e tentativas de homicídios de integrantes de ambas as gangues, trazendo pavor aos moradores daquela localidade.

    O delegado Wellington Lemos, Titular do GIH, frisou que a Polícia Civil tem atuado para coibir esses bárbaros crimes ocorridos naquela região, logrando êxito em prender seus autores, ressaltando que os sujeitos tidos com lideres desses grupos já se encontram presos.

    Leia também; Imagens fortes: pai joga criança no chão em quadra de condomínio, em Goiás

    Mencionou que as ações têm sido feitas de forma rotineira, mas lembrou que uma última grande investida aconteceu em julho deste ano, quando foi deflagrada a primeira fase da “Operação Pace”, termo em latim que significa pacificação, ocasião em que foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão domiciliar, dentre eles 13 foram nas residências de investigados relacionados aos crimes de homicídios e cinco em locais considerados com ponto de venda de drogas. Participaram dessa operação 65 policiais civis, lotados em Rio Verde, Jataí e Goiânia.

    “Esperamos que com a segregação desses dois indivíduos essa verdadeira “guerra” existente venha a ser abafada e que a paz possa retornar àquela região, trazendo mais tranquilidade aos seus moradores”, finalizou o delegado.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.