• Publicado em

    PM apreende carga com 3,4 toneladas de agrotóxicos roubados, em Goiás

    Mercadoria, avaliada em R$ 3 milhões, havia sido roubada no Tocantins e era levada para São Paulo. Quatro pessoas foram presas durante a ação do COD.

    A Polícia Militar de Goiás apreendeu nesta quinta-feira (17/12) uma carga com 3,4 toneladas de defensivos agrícolas roubados, em Porangatu, a 409 quilômetros de Goiânia. A ação, realizada pelo Comando de Operações de Divisas (COD/CPR), resultou ainda na prisão em flagrante de quatro pessoas, suspeitas de integrarem uma associação criminosa, especializada no roubo e receptação de cargas de alto valor.

    As equipes realizavam patrulhamento nas regiões Norte e Nordeste, quando avistaram o caminhão e a carga. De acordo com o oficial de operações do COD, capitão Janssen Nunes, durante a abordagem, os policiais descobriram irregularidades com a documentação da mercadoria, o que levantou suspeitas. “Era uma nota fiscal fria e não condizia com toda a carga. Os abordados demonstraram bastante nervosismo, apresentaram informações desencontradas”, afirmou.

    Após verificação, as equipes descobriram que os agrotóxicos haviam sido roubados no estado do Tocantins. Na ocasião, o motorista foi rendido mediante violência e grave ameaça. A carga foi interceptada pela PM de Goiás, no momento em que era transportada para São Paulo. Além do caminhão, o condutor de uma camionete, que realizava a escolta da carga, também foi abordado. “Nesse veículo foi preso um homem que estava portando dois rádios comunicadores, para que eles pudessem se comunicar, avisando a presença policial”, disse.

    Durante a operação, além dos defensivos agrícolas, avaliados em R$ 3 milhões, foram apreendidos o caminhão e a camionete. Ainda segundo o capitão da PM, um dos indivíduos detidos estava foragido da justiça. “Um dos homens envolvidos portava uma cédula de identidade falsa. Ao averiguar também a real identidade desse indivíduo, verificou-se que ele era foragido da justiça, pelos crimes de furto e associação criminosa”, ressaltou.

    Os policiais descobriram que outro suspeito já possuía passagens pelos crimes de furto e roubo. Os quatro membros do grupo criminoso, três homens e uma mulher, foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Porangatu. Eles foram autuados em flagrante por receptação e associação criminosa. Um dos indivíduos ainda deverá responder pelo uso de documento falso.

    Repórter Mari JTI

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.