• Publicado em

    PMA apreende redes e carne de animal silvestre durante fiscalização em Rio Verde e Jataí

    Foram realizadas abordagens a veículos e pessoas nas estradas vicinais, as margens dos Rio dos Bois e Rio Claro nos municípios de Maurilândia (GO), Castelândia (GO), Jatai (GO) e Serranópolis (GO).

    Durante patrulhamento de fiscalização contra crimes ambientais e pesca predatória realizado pela 2ª CIPMA de Rio Verde (GO), diversos apetrechos ilegais, arma de fogo e carne de animal silvestre foram apreendidos. As informações são do porta Pesca Amadora.

    Na primeira ação realizada no sábado (24), os policiais intensificaram o patrulhamento náutico e terrestre, visitando ranchos, abordando veículos e pessoas em todo sua área de atuação no município, apreendendo redes de diversas malhas, pindas e bóias louca, nenhum infrator foi identificado.

    Leia também: Homem nu assusta moradores na zona rural de Jataí 

    Já em fiscalização que seguiu no domingo (25), foram realizadas abordagens a veículos e pessoas nas estradas vicinais, as margens dos Rio dos Bois e Rio Claro nos municípios de Maurilândia (GO), Castelândia (GO), Jatai (GO) e Serranópolis (GO) com intuito de coibir crimes ambientais da fauna e flora. Nessa ação, dois infratores foram autuados e presos em flagrante por caça e pesca predatória.

    No veículo em que estavam, os policiais encontraram 95 munições calibre .22, 40 kg de carne de capivara (animal silvestre), 03 exemplares de peixes da espécie curimba, além de tarrafas e boias loucas.Os infratores foram encaminhados para a delegacia de polícia civil onde foram indiciados pelos crimes ambientais e posse ilegal de arma de fogo.

    Leia também: Detento da CPP é morto em Rio Verde  

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.