• Publicado em

    PC invetiga ataque a 3 seguranças do Harmonia do Samba que foram mortos e teve corpos incendiados

    O caso aconteceu no inicio desta semana.

    Três seguranças terceirizados que estavam em um dos acessos ao Estádio de Pituaçu, em Salvador, local onde será realizado o ensaio do grupo Harmonia do Samba, foram mortos a tiros e tiveram os corpos incendiados, na tarde desta segunda-feira (6).

    De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), um terceiro segurança também teria sido atingido e foi socorrido por uma ambulância do Samu. Ainda segundo a SSP, os seguranças teriam sido vítimas de vingança.

    Investigação

    Conforme a SSP, apurações preliminares apontam que o crime teria o envolvimento de um homem supostamente agredido pelos seguranças durante o ensaio realizado na última semana. Ainda não há informações sobre a identidade do suspeito.

    Ainda segundo a SSP, um grupo de homens armados teriam chegado ao local e atirado na direção das vítimas e depois atearam fogo nos corpos. Em seguida, os criminosos fugiram da região do crime. O caso está sob investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

    Através de nota, a SSP informou que policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já começaram a coletar o depoimento de testemunhas.  De acordo com o diretor do DHPP, delegado José Bezerra Júnior, a perícia foi concluída ainda no final da noite e vestígios da autoria foram coletados no local.

    “Temos duas linhas de investigação sendo analisadas e logo apresentaremos os autores destes crimes”, garantiu, ressaltando que os depoimentos de testemunhas, que inclusive informaram características dos criminosos, tiveram início logo após a ação. O caso é acompanhando pelo responsável pela Delegacia de Homicídios Múltiplos, Odair Carneiro.

    Fonte/G1
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.