• Publicado em

    Policial atira na própria cabeça após mulher termina relacionamento com ele

    Um capitão da polícia atirou na própria cabeça em um local onde sua ex-parceira trabalha na Colômbia.

    O chefe do Grupo de Operações Especiais (GOES) cometeu suicídio com uma bala na cabeça depois de discutir com sua ex-parceira em seu trabalho em Medellín.

    Edilberto Ortíz Correa, 32 anos, aproximou-se de sua ex, aparentemente para saber por que ele havia terminado com ele, no entanto, terminou em uma discussão.

    Leia também: Jovem é preso suspeito de agredir motorista com barra de ferro após acidente em Jataí; vídeo 

    Mais tarde, o policial sacou uma arma e atirou no próprio cranio. O cadáver de Ortíz Correa estava no chão e, apesar de ter sido transferido para a clínica Soma, a duas quadras do local. Horas depois, ele morreu.

    O general, Óscar Gómez, comandante da polícia disse que “é um facto que institucionalmente nos arrependemos muito, acompanhamos a família do oficial. Ele foi reconhecido por fazer um curso no exterior e um curso para avançar para o último ano, razão pela qual sua decisão surpreendeu a todos.

    O GOES, na Colômbia, é o grupo especial encarregado de neutralizar as alterações na ordem pública nas áreas urbanas.

    CLIQUE AQUI PARA VER O VÌDEO

    Via Mceara

    Fique informado assista o Jornal Das 11, com Saulo Prado;

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.