• Publicado em

    Professor de jiu-jitsu reage à abordagem policial e é morto a tiros em Salvador

    A suspeita é que Iraílson Gama da Costa estaria em um carro roubado, junto a outro homem, que também foi assassinado.

    Dois homens suspeitos de cometerem assaltos, incluindo o professor de jiu-jitsu Iraílson Gama da Costa, foram mortos durante abordagem da Polícia Militar, em Salvador, na última semana. A identidade do outro rapaz não foi revelada. As informações só foram divulgadas nessa segunda-feira (3), pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

    Leia também: Casal de namorados é encontrado morto em lote baldio, em Goiás

    Conforme relatou o G1, a pasta afirmou que a dupla estava em um carro com restrição de roubo quando foi abordada por agentes da Rondesp/BTS, no dia 28 de novembro. Os dois foram atingidos por tiros após terem, supostamente, reagido à abordagem. Eles chegaram a ser socorridos, mas não resistiram aos ferimentos.

    Dois revólveres calibre 38, além do veículo, roubado um dia antes do ocorrido, foram apreendidos pela corporação, afirmou a SSP. A família do professor negou o envolvimento dele com os crimes. Iraílson foi enterrado na tarde de ontem, no Cemitério Campo Santo, no centro de Salvador. Ele deixa mulher e filhos.

    Notícias ao Minuto                                  

    Por meio de nota, a pasta informou que perícias foram realizadas no local onde ocorreu o suposto confronto e um registro foi feito na Corregedoria da Polícia Militar.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.