• Publicado em

    Professora de inglês leva estudante de 14 anos para motel e dá aula de educação sexual

    Após a divulgação da notícia, a professora virou meme em Porto Rico

    A professora de inglês Yaira Cotto Flores, de 26 anos, causou escândalo na cidade de San Lorenbzo, leste de Porto Rico. Yaira foi presa, acusada de fazer sexo com um de seus alunos, de 14 anos — o que é considerado crime de estupro no país, mesmo que o sexo tenha sido consensual.

    A professora levou o estudante para um motel da cidade, e acabou denunciada à polícia. Segundo o aluno, que ganhou, após a ida ao motel, um presente da “tia” — um creme contra espinhas —, ela o ensinou “até a colocar camisinha”, entre outras coisas na cama.

    Yaira conheceu o adolescente no início do ano letivo na escola pública onde ela lecionava. No último dia 1º de março, disse ao garoto que estaria de folga e avisou que o aluno poderia faltar na escola. Não levaria advertência por isso, afirmou ela.

    A professora combinou de se encontrar com o menino. Levou-o para almoçar num restaurante dentro de seu Kia cinza. Depois do restaurante, os dois seguiram para um motel na cidade no meio da tarde. Preço da diária: R$ 80.

    Os dois fizeram sexo. Como o aluno contaria depois à polícia, foi a primeira vez que ele transou na vida. “Ela me ensinou a colocar camisinha”, disse ele, reforçando que o sexo foi consensual.

    Leia também: Reviravolta no caso do homicídio homofóbico que chocou o Brasil

    Onde vamos parar? Menina de oito anos morre baleada em Goiás

    A construção deste elevador seria inacreditável, se não fosse no Brasil

    A professora, que nesta foto de um jornal de Porto Rico aparece com os olhos tampados, ainda presenteou o garoto com um creme contra espinhas e um relógio.

    Ele contou sobre a aventura a amigos. Os pais não gostaram da história e, no dia 16 de março, denunciaram a professora à polícia. Veronica Borrero, chefe local do departamento de educação, disse que não há queixas desse tipo contra a professora, que permanece presa e deve ser julgada em breve. Pode pegar mais de dez anos de detenção e até prisão perpétua Tem mais professoras metidas em maus lençóis com a Justiça.

    Após a divulgação da notícia, a professora virou meme em Porto Rico

    Após a divulgação da notícia, a professora virou meme em Porto Rico

     

    Fonte: Hora 7 / R7

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.