• Publicado em

    Professora faz sexo com aluno de 13 anos e vídeo vaza na web

    Ela confessou o erro: "Eu não sei o que eu estava pensando. Aliás, admito que perdi a cabeça. Mas eu estava cega por emoções"

    Pamela Joan Rogers dava aulas de Física na Centertown Elementary School em McMinnville (EUA), quando se envolveu no escândalo que mudou sua vida.

    Pamela teve um relacionamento com um garoto de 13 anos, que era um de seus alunos.

    De acordo com o tribunal que a condenou, ela o procurou e e os dois fizeram sexo em pelo menos 12 ocasiões.

    Mesmo após ser presa e pagar fiança, ela aproveitou sua liberdade condicional para se enroscas ainda mais com a Justiça.

    E a história só piorou.

    1486693_859665587425855_8335405298158687900_n

    A professora chegou a mandar mensagem explícitas, fotos nuas e um vídeo sensual que se alastrou por toda a internet

    1503919_784050431607559_605766242_n

    O caso foi um dos mais chocantes da história do Estado americano de Tennessee. Na época, a professora tinha 27 anos e, após inúmeras acusações de agressão sexual e estupro, sua carreira como professora ficou completamente destruída.

    1901133_782290648450204_336320714_n

    A relação proibida durou três meses. Nesse meio de tempo, rolaram vários encontrados sexuais

    Após sua primeira prisão, Pamela pagou fiança no valor de $ 50 mil, o equivalente a quase R$ 200 mil nos dias atuais

    1486693_859665587425855_8335405298158687900_n

    Se viu livre num primeiro instante, mas sua carreira como professora já estava manchada

    Só que ela não conseguiu se livrar das acusações de estupro, e acabou ficando presa durante nove meses na cadeia de Tennessee

    Sem títuloaaaaaaaaaaaaa

    A pena de oito anos acabou sendo suspensa, mas a professora continuaria na mira da Justiça, já que o juiz determinou que ela cumprisse a pena em liberdade condicional

    Além de perder o emprego e a licença de ensinar, Pamela foi registrada como “criminosa sexual”

    1661544_752736758118739_1513776665215909070_n

    Mas a professora de Física, mesmo em liberdade condicional, acabou sujando ainda mais sua ficha…

    Se deu muito mal depois que resolveu procurar o seu ex-aluno novamente. Ela enviou mensagens de texto, fotos nuas e gravou um vídeo de strip-tease para o rapaz, que usou o celular do pai para se comunicar com ela

    Durante a gravação, onde ela aparece vestindo apenas roupas íntimas, Pamela resolve fazer um “showzinho” ao menino.

    cxxxxxxxxxx

    Bota uma música, dança e rebola…
    E termina o vídeo fazendo poses bem sugestivas, que faz parecer mais uma cena explícita de filmes adultos

    O vídeo acabou sendo entrega à polícia através do pai do aluno

    Não deu outra, Pamela voltou pra prisão

    No dia do julgamento, aos prantos, ela implorou por misericórdia aos jurados. “Eu traí minha profissão, e estou muito envergonhada por isso, mas não acho que ficar presa seja a ajuda que eu preciso”, tenta

    Também confessou o erro: “Eu não sei o que eu estava pensando. Aliás, admito que perdi a cabeça. Mas eu estava cega por emoções”

    Disse, ainda, se sentir humilhada, acabada, “no chão

    No entanto, apesar de tanto choro e pedido de piedade, a ex-professora acabou condenada

    Pegou sete anos por violar sua liberdade condicional, enviando vídeos explícitas pra vítima e por manter contato com ele através da internet

    12096620_1074309199268584_4872446582931505637_n

    E termina o vídeo fazendo poses bem sugestivas, que faz parecer mais uma cena explícita de filmes adultos 

    1378574_862894190436328_8377164979225254512_n

    Assista:

     

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.