• Publicado em

    Prouni 2019.2: confira aqui o resultado da 1ª chamada

    Quem ficar de fora pode recorrer à lista de espera ou a programas de bolsa de estudo.

    A 1ª chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) 2019 já está disponível (consulte aqui). Quem não está na lista de pré-seleção pode ainda tentar a lista de espera, que será divulgada entre 15 e 16 de julho. No entanto, os aprovados no Prouni têm até 25 de junho para comprovar as informações fornecidas no ato da inscrição. É preciso comprovar a renda familiar bruta mensal entre 1,5 e 3 salários mínimos, a depender do perfil de vaga em que o estudante foi aprovado.

    Para as 169 mil bolsas de estudo disponibilizadas pelo Ministério da Educação (MEC), houve 417.102 inscritos e 797.615 inscrições, já que cada candidato poderia concorrer a até duas oportunidades.  Foram ofertadas 68.087 bolsas de estudos integrais, com 100% de desconto na mensalidade, e 101.139 parciais, com 50% de desconto.

    Leia também: Saiba como estudar inglês e espanhol a distância sem pagar nada

    Confira abaixo os documentos (originais e cópias) que devem ser apresentados:

    • Documento de identificação próprio e dos demais membros do grupo familiar;
    • Seu comprovante de residência e dos membros do grupo familiar;
    • Comprovante de separação ou divórcio dos pais ou certidão de óbito;
    • Comprovante de rendimentos individual e dos integrantes de seu grupo familiar;
    • Cópia de decisão judicial, acordo homologado judicialmente ou escritura pública determinando o pagamento de pensão alimentícia, caso esta tenha sido abatida da renda bruta de membro do grupo familiar;
    • Comprovantes dos períodos letivos referentes ao ensino médio cursados em escola pública, quando for o caso;
    • Comprovante de bolsa de estudo integral durante os períodos letivos referentes ao ensino médio, cursados em instituição privada, emitido pela respectiva instituição, quando for o caso;
    • Comprovante de efetivo exercício do magistério na educação básica pública integrando o quadro de pessoal permanente da instituição, quando for o caso;
    • Laudo médico atestando a espécie e o grau da deficiência, quando for o caso, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID;
    • Outros documentos que o coordenador do ProUni eventualmente julgar necessários à comprovação.

     Bolsas de estudo Educa Mais Brasil

    Os candidatos que ficaram de fora do Prouni 2019.2 ainda têm a oportunidade de ingressar no Ensino Superior com bolsas de estudo de até 70% de desconto. O portal Plantão JTI é parceiro do programa. Acesse aqui e faça sua inscrição gratuita. São milhares de oportunidade de vagas e uma delas pode ser sua.

    Agência Educa Mais Brasil

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.