• Publicado em

    Repercussão da renuncia do João Rosa ao mandato de vereador, assista

    Parlamentar alega razões de cunho estritamente pessoal. Primeiro suplente, Pastor Luiz Carlos deve voltar à Câmara

    O vereador João Rosa Leal (PSDB) protocolou no dia 4 de abril de 2019 o pedido de renúncia ao seu mandato. Na carta de renúncia protocolada às 16h05min, o parlamentar comunica “a renúncia expressa ao mandato de vereador que me foi outorgado nas urnas pelo eleitorado deste município, no pleito de 2016, em caráter irrevogável e irretratável com efeitos imediatos. Na oportunidade, informo que as razões que levaram a esta decisão são de cunho estritamente pessoal”.

    Leia também:  MEC prorroga mais uma vez prazo para conclusão de inscrições do Fies 2019

    Com a renúncia de João Rosa, o primeiro suplente da coligação da qual o PSDB fez parte nas eleições de 2016, o pastor Luiz Carlos Cabral dos Anjos, deverá reassumir o cargo de vereador. Luiz Carlos foi vereador por um mandato (2009-2012) e assumiu uma cadeira parlamentar no segundo semestre de 2018, por ocasião do afastamento temporário de Thiago Maggioni, que disputou a eleição para deputado estadual. João Rosa cumpria seu terceiro mandato no poder legislativo jataiense.

    Confira abaixo a edição especial do Jornal Das 11 sobre este assunto.

    Assista ao Jornal Das 11;

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.