• Publicado em

    Simulador de notas do Sisu pode ser usado com resultado do Enem; saiba mais

    Estudantes podem conferir se a pontuação alcançada no exame garante uma vaga pelo programa.

    O dia tão esperado pelos vestibulandos está chegando. Estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 poderão ter acesso às notas das provas no dia 29 de março. Com o resultado, poderão candidatar-se em processos seletivos para ingressar na graduação. Uma dessas seleções é o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que terá inscrições abertas entre 6 e 9 de abril.

    Durante o período de espera entre a divulgação do resultado do Enem e a abertura de inscrições do Sisu, é possível simular a aprovação em um curso por meio da ferramenta gratuita Simulador de Notas de Corte Sisu.

    A nota de corte é a menor pontuação do Enem necessária para conseguir ser selecionado no curso de escolha. Essas notas são atualizadas diariamente pelo sistema do Sisu enquanto as inscrições estiverem abertas. É importante verificá-la, já que todos os dias novas inscrições são realizadas para o mesmo curso na mesma instituição e, por isso, a nota de corte pode variar a cada dia.

    Para usar a ferramenta, o candidato deverá usar o resultado do Enem 2020, que será divulgado na próxima segunda-feira, e indicar qual instituição de ensino superior deseja aplicar as pontuações para entrar por meio do processo seletivo.

    Ao preencher essas informações, o simulador mostrará a probabilidade de conseguir ser aprovado ou não no curso e universidade de interesse. Por se tratar de uma simulação, não é possível ter uma confirmação, mas uma grande possibilidade de prever a aprovação no Sisu, pois as notas de corte não variam consideravelmente de um ano para outro.

    Cronograma Sisu 2021.1

    Inscrições: de 6 a 9 de abril

    Resultado da chamada única: 13 de abril

    Matrícula ou registro acadêmico: de 14 a 19 de abril

    Manifestar interesse em participar da lista de espera: de 13 a 19 de abril

     

    Fonte: Agência Educa Mais Brasil
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.