• Publicado em

    SISU, Prouni e Educa Mais Brasil; confira o que diferencia

    Programas possibilitam o acesso ao ensino superior.

    Uma dúvida comum, mas que é facilmente esclarecida para estudantes que vão cursar uma graduação pela primeira vez, é sobre o que diferencia o SISU, Prouni e Educa Mais Brasil. Os dois primeiros são programas do governo. Já o Educa Mais Brasil é uma iniciativa privada. Contudo, todos facilitam o ingresso no ensino superior.

    O Sistema de Seleção Unificado (Sisu) é um programa criado pelo Ministério da Educação (MEC), em 2010, e seleciona estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para estudar em universidades e institutos federais.

    Já o Programa Universidade Para Todos (Prouni) foi criado em 2004, com o objetivo de disponibilizar bolsas de estudo integrais e parciais em universidades e faculdades privadas em todo o Brasil.

    O Educa Mais Brasil disponibiliza bolsas de estudo para diversos cursos de graduação, pós-graduação, técnicos, idiomas, dentre outros. Pioneiro nesse segmento no Brasil, o Educa tem parceria com milhares de instituições em todo o país. O acesso à bolsa é disponibilizado sem precisar da nota do Enem.

    Agora que você já sabe qual é a diferença entre SISU, Prouni e Educa Mais Brasil, aprenda a fazer a inscrição nos respectivos programas.

    Como fazer inscrição no SISU?

    A inscrição no SISU é feita pela internet, sem custo ao candidato, no site do programa. Para se candidatar, siga o passo a passo do SISU:

    1. Acesse o site de inscrição do Sisu 2020;
    2. Informe o seu número de inscrição e a sua senha do Enem 2019;
    3. Confirme os seus dados na plataforma;
    4. Escolha duas opções diferentes de cursos que você quer estudar;
    5. Indique a sua modalidade de concorrência: vagas de ampla concorrência, vagas referentes à Lei de Cotas ou vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições.
    6. Acompanhe a sua inscrição e fique de olho na nota de corte do SISU 2020.
    7. Com o resultado em mãos, os aprovados deverão se matricular entre os dias 29 de janeiro e 4 de fevereiro na instituição que foi aprovado. Antes da matrícula é necessário conferir todos os documentos exigidos.

    Como fazer inscrição no Prouni?

    A inscrição no Prouni é gratuita e feita pela internet. Para isso, o interessado deve seguir o passo a passo do Prouni:

    1. Informar o número de inscrição no Enem de 2019 e a senha mais recente usada no Enem;
    2. Escolher, em ordem de preferência, até duas opções de instituição, curso e turno dentre as bolsas disponíveis. O candidato com deficiência ou que se autodeclarar indígena, preto ou pardo pode optar por concorrer a bolsas destinadas a políticas de ações afirmativas.

    Fique atento! O resultado da primeira chamada do Prouni será divulgado em 04 de fevereiro de 2020. Se você for pré-selecionado deverá comparecer à instituição de ensino e apresentar os documentos que comprovem as informações prestadas na ficha de inscrição.

    A diferença entre SISU e Prouni está nos pequenos detalhes. No entanto, também apresentam semelhança. Tanto o SISU quanto o Prouni selecionam os candidatos pela nota de corte.

     

    Como fazer inscrição no Educa Mais Brasil?

    Para conseguir uma bolsa pelo Educa Mais Brasil é fácil e, ao finalizar o curso, você não precisa pagar nada ao Educa nem à faculdade. Para isso, basta seguir o passo a passo:

    1. Acesse o site do Educa Mais Brasil;
    2. Escolha a modalidade que você deseja, se: Faculdades; Pós-Graduação; Escolas; Cursos Técnicos; Idiomas; Preparatório para Concursos; Cursos Profissionalizantes; EJA – Educação para Jovens e Adultos ou Pré-Vestibular / ENEM.
    3. Digite a cidade onde deseja fazer o curso;
    4. Após visualizar as bolsas disponíveis e decidir qual é a melhor opção para você, clique em “Quero esta bolsa”;
    5. Preencha o cadastro e avance para a pré-matrícula;
    6. Após a pré-matrícula, vá à instituição escolhida para finalizar o cadastro;
    7. Pronto! Vaga garantida e sonho realizado. Boa sorte!

     

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.