• Publicado em

    Suspeita de matar amigas de 11 e 12 anos é presa

    Segundo a polícia, a mulher foi a última pessoa a ser vista em companhia das duas menores, momentos antes do crime.

    morte de duas amigas, de 11 e 12 anos, encontradas em uma região de difícil acesso em Casimiro de Abreu, no interior do Rio, ganhou mais um capítulo nessa quinta-feira (15). Uma mulher de 20 anos foi presa suspeita de matar as vítimas. Os corpos foram achados no último dia 8.

    Leia também: Goleiro anuncia morte de filho que sofreu acidente doméstico

    A delegada responsável pelo caso, Juliana Rattes, disse que um mandado de prisão temporária foi cumprido e a suspeita, que não teve o nome revelado, foi detidas em casa, no distrito de Barra de São João. A polícia acredita que outro suspeito esteja envolvido no crime e não descarta que elas podem ter sido mortas por traficantes.

    O crime

    O crime aconteceu no último dia 8. Os corpos foram encontrados na Estrada Secundária, no distrito de Rio Dourado, por moradores da região, que acionaram a polícia. As amigas foram executadas a tiros. Uma delas tinha também lesão no pescoço, que pode ter sido provocada por uma faca.

    As vítimas saíram juntas, na noite anterior ao crime, e não disseram para onde iam. Moradoras de Cidade Praiana, em Rio das Ostras, na Região dos Lagos, elas também estavam incomunicáveis: uma havia deixado o celular em casa, e o aparelho da outra estava aparentemente desligado. Por isso, as famílias só souberam o que havia acontecido pela polícia, que avisou sobre os corpos encontrados.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.