• Publicado em

    Suspeito confessa participação na morte de jornalista em Porto Alegre

    Polícia, agora, procura segundo homem acusado de assassinar Carol Majewsky

    A Polícia Militar de Porto Alegre prendeu na quinta-feira (18) Gabriel da Silva Ribas, de 19 anos, um dos dois suspeitos do assassinato do jornalista Carol Majewsky, de 57 anos, encontrado morto em seu apartamento no dia 14.

    Em depoimento, Ribas confirmou participação no crime, explicando que teria segurado Majewsky para que o outro suspeito, Lucas Eduardo da Silva Vez, foragido, pudesse dar as mais de 30 facadas que resultaram na morte do jornalista – a vítima ainda foi asfixiada com um travesseiro.

    Imagens do circuito de segurança do prédio de Majewsky, essenciais para a identificação dos suspeitos, mostram o momento em que ele sobe no elevador com os dois homens. Cerca de uma hora e meia depois, os suspeitos descem sozinhos, vestindo outras roupas e carregando pertences de propriedade da vítima.

    Ao G1, o delegado responsável pelo caso disse que os criminosos venderam os produtos roubados e seguiram para uma festa.


    Via Noticias ao Minuto
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.