• Publicado em

    Suspeito é preso ao comemorar assassinato e estupro de idosa

    Vítima de 85 anos foi morta a cerca de 200 metros da casa dela, em São Leopoldo RS

    Uma idosa de 85 anos foi assassinada a cerca de 200 metros da casa onde morava, em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. O crime foi descoberto porque o suspeito comemorou o crime em um bar da região e contou a todos o que havia feito.

    Dona Vilma era muito conhecida e querida no bairro. Ela tinha um bar anexado à sua casa, onde vendia bebidas, doces e salgados. Além disso, a idosa fazia comida em um fogão à lenha e servia aos que não tinham o que comer.

    Segundo a família, dona Vilma tinha como principal objeto de vida ajudar os mais carentes.

    91duiwn4q1_8p7tg5i9sc_fileNo dia do crime, dona Vilma foi até a casa de Anderson da Silva Santos, de 37 anos. A polícia ainda não sabe de ela foi obrigada a ir até o local. Lá, a idosa foi estuprada e assassinada.

    Após o crime, Santos foi até um bar e contou o que havia feito. Um parente foi até a casa dele e encontrou o corpo da vítima horas depois.

    Quando os policiais chegaram ao imóvel, o suspeito estava comemorando o crime. Santos está preso e deve ser indiciado por homicídio e estupro.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.