• Publicado em

    ‘Tá vendo essa negraiada? Vai morrer’, diz eleitor; vídeo

    O estudante de Direito identificado como Pedro Bellintani Baleotti, de 25 anos, foi desligado do escritório de advocacia em que trabalhava após imagens viralizarem

    estudante de Direito identificado como Pedro Bellintani Baleotti, de 25 anos, foi dispensado do escritório em que estagiava, o DDSA, após aparecer em vídeo, nas redes sociais, dizendo que estava indo votar em Bolsonaro “ao som de Zezé, armado com faca, pistola, o diabo, louco para ver um vadio, vagabundo com camiseta vermelha e já matar logo”.

    Ele postou as imagens na internet e, logo em seguida, o material viralizou em grupos de WhatsApp, nesta segunda-feira (29).

    No fim do vídeo, ele ainda filma duas pessoas negras em uma moto. “Tá vendo essa negraiada? Vai morrer! Vai morrer! É capitão, caralho”.

    Pedro Baleotti, que é de Londrina (PR), foi procurado pela reportagem do jornal Folha de S. Paulo, mas recusou todas as ligações.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.