• Publicado em

    Traficantes de animais silvestres são presos em Goiás transportando bichos que estão em extinção

    Ao todo, a polícia encontrou 29 curiós, 03 papagaios e 28 araras das espécies ararajuba e araracanga. Assista;

    De acordo informações divulgadas pelo Inspetor Newton Moraes, dois homens e uma mulher foram presos na noite desta segunda-feira(01) na BR 153, em Uruaçu, transportando dezenas de animais silvestres, alguns em extinção.

    Tudo começou quando agentes da corporação abordaram um Fiat Uno e ao fiscalizar o veículo os policiais ouviram o cantar de um pássaro.

    Surpresos com o barulho do animal, os policiais pediram para os ocupantes do veículo descerem do carro, o condutor(44) e três passageiros, um homem(34), uma jovem(19) e seu filho, um bebê de 11 meses.

    Leia também: Corpo de bombeiros de Jataí orienta mãe por telefone a salvar a vida de bebê engasgado 

    Ao vistoriar o interior do Fiat, os agentes encontram debaixo do banco traseiro, coberto com pertences da criança para esconder os animais, dezenas de aves que estavam confinadas em mochilas, sacos plásticos, caixas de sapatos e gaiolas.

    Ao todo, a polícia encontrou 29 curiós, 03 papagaios e 28 araras das espécies ararajuba e araracanga. Assista;

    Aos agentes, o passageiro do carro informou que adquiriu os bichos de 07 pessoas que fizeram a captura dos animais em Goianésia do Pará e os levaria para São Paulo para serem comercializados.

    Pela prática de crime ambiental e por maus tratos aos pequenos silvestres, o grupo foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil em Uruaçu.

    O IBAMA foi acionado e na manhã desta terça-feira(02) deverá aplicar multas por crime ambiental e por maus tratos e os animais serão encaminhados para o CETAS em Goiânia.

    Fique informado Assista o Jornal Das 11.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.