• Publicado em

    Travesti rouba bicicleta por “amor”

    Scarlet Venturini tentou furtar uma bicicleta e foi amarrada em um poste por moradores e comerciantes da região. Assista as declarações...
    Uma travesti foi amarrada a um poste de iluminação após ser acusada de tentar furtar uma bicicleta em Coqueiral de Itaparica, em Vila Velha (ES). Marcelo Wander Lúcio Silva Filho se identifica como Scarlet Venturini e diz que cometeu o furto para driblar a crise econômica e por amor.

    “O cara falou que queria me amarrar e eu realmente duvidei. A maricona pegou e me amarrou. Maricona são aquelas pessoas que saem com travesti. Meu marido está preso e eu quero ficar junto com ele. São loucuras pelo amor. Com certeza eu faria isso de novo para ficar com o meu amor”, afirmou.

    Ela foi contida por moradores e comerciantes da região depois de tentar furtar a bicicleta. “Eu parei para fazer uma segunda via de boleto de cartão. Quando eu entrei no estabelecimento ela estava subindo na bicicleta e indo embora. Eu comecei a gritar pega ladrão e a população a parou no meio da rua. Seguraram ela, amarraram no poste e chamaram a viatura”, contou o dono da bicicleta. Scarlet foi levada pelos policiais militares para a Delegacia de Vila Velha, onde a polícia constatou que ela tem duas passagens pela Justiça por roubo e nove por furto.

    “Isso é muito preconceito na rua. Essas pessoas não sabem respeitar as pessoas que trabalham na rua. É muito abuso. A gente quer trabalhar certo, mas passamos por uns abusos desses porque somos usuários, então a gente se revolta e acaba cometendo esse tipo de coisa”, disse Scarlet.

     Adaptações Plantão JTI
    Fonte/folhavitoria
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.