• Publicado em

    Acidente entre dois caminhões mata três homens em rodovia de Goiás

    Todas as vítimas ficaram presas às ferragens e morreram no local. Veículos estão destruídos. Três homens morrem em acidente na BR-251, em Cristalina, Goiás.

    Três homens morreram nesta quinta-feira (26) em um acidente que envolveu dois caminhões na BR-251, próximo ao povoado de Marajó, em Cristalina, no Entorno do Distrito Federal. Os veículos ficaram destruídos.

    O acidente aconteceu por volta das 8h, no KM 18. Em um dos caminhões, um Ford Cargo, morreram o condutor e o passageiro. Já o outro veículo se trata de um Mercedes Benz, onde estava apenas o motorista.

    De acordo com o Corpo de Bombeiros, todas as vítimas ficaram presas às ferragens e morreram no local da batida. Até a publicação desta reportagem, elas não haviam sido identificaads.

    O capitão do Corpo de Bombeiros Ronaldo Reis disse que ainda não é possível definir a dinâmica do acidente. “Não temos como fazer avaliação no momento das causas do acidente. Temos de aguardar a perícia porque a colisão foi muito forte e partes dos veículos ficaram espalhadas na rodovia”, explicou.

    Rodovia perigosa

    A BR-251 é a única rodovia transversal brasileira que corta o Distrito Federal, com cerca de 1.500 quilômetros de extensão do Mato Grosso até a Bahia.

    Com problemas de conservação e faixas ainda não asfaltadas, os trechos com maior fluxo de veículos são os que ligam Montes Claros (MG) à BR 116 (Rio-Bahia) e o que liga Unaí (MG) ao Distrito Federal.

    A rodovia é considerada perigosa pelos bombeiros, especialmente pelo grande fluxo de carros pesados e por não ser duplicada. Em janeiro de 2018, em um trecho próximo a Montes Claros, Minas Gerais,13 pessoas morreram e 39 ficaram feridas.

    O acidente envolveu dois caminhões, um micro-ônibus e duas carretas e teria sido provocado por um dos veículos, que estava desgovernado. Fonte/Ultra Dicas

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.