• Publicado em

    Três jataienses estão na lista dos melhores políticos de Goiás em 2014.

    A lista teve a avaliação de 20 políticos; e foi feita a pedido do Jornal Opção

    O Jornal Opção pediu para 20 políticos de 10 partidos avaliarem quais foram os melhores políticos de Goiás em 2014. Resulta que a lista não é do Jornal Opção, e sim dos políticos. Nenhuma lista agrada todo mundo.
    Esta desagradará sobretudo os que não foram citados. Foram três os critérios: sucesso eleitoral, habilidade na articulação política e capacidade administrativa.

    Uns foram citados pelo sucesso obtido nas últimas eleições — caso de Lucas Vergílio e Gustavo Sebba. Rubens Otoni e Ronaldo Caiado foram apontados por todos como os deputados mais atuantes. Thiago Peixoto não aparece na lista.

    A maioria dos votantes admite que foi um secretário da Educação eficiente e moderno, mas, apesar de eleito, teve uma “votação insatisfatória”. Adib Elias, bem votado, não é citado. Os “eleitores” — mesmo os do PMDB — dizem que é um “político em decadência e do passado”.
    Edward Madureira aparece na lista, apesar de derrotado para deputado federal. Os “eleitores” sugerem que, apesar da derrota, obteve quase 60 mil votos, o que, para um marinheiro de primeira viagem e sem dinheiro, é visto como “positivo”.

    Na lista os políticos Jataienses se destacaram três filhos da cidade Abelha estão entre os políticos destaque, são eles Daniel Vilela (PMDB) — deputado federal, Humberto Machado (PMDB) — prefeito de Jataí e Maguito Vilela (PMDB) que apesar de estar ocupando o cargo de prefeito de Aparecida de Goiânia é jataiense.

    Veja a lista completa:

    • Adriana Accorsi (PT) — deputada estadual;
    • Agenor Mariano (PMDB) — vice-prefeito de Goiânia;
    • Alexandre Baldy (PSDB) — deputado federal;
    • Anselmo Pereira (PSDB) — presidente da Câmara Mu­nicipal de Goiânia;
    • Bruno Peixoto (PMDB) — deputado esta­dual;
    • Célio Silveira (PSDB) — de­putado federal;
    • Daniel Vilela (PMDB) — deputado fede­ral;
    • Delegado Waldir So­ares (PSDB) — deputado federal;
    • Diego Sorgatto (PSD) — deputado estadual;
    • Eduardo Ma­chado — presidente nacional do PHS;
    • Edward Madureira (PT) — ex-reitor da UFG;
    • Elias Vaz (PSB) — ve­reador;
    • Ernesto Roller (PMDB) — deputado estadual;
    • Eurípedes Júnior — presidente nacional do Pros;
    • Fábio Sousa (PSDB) — deputado federal;
    • Flá­via Morais (PDT) — deputada federal;
    • Francisco Júnior (PSD) — de­putado estadual;
    • Giuseppe Vecci (PSDB) — deputado federal;
    • Gustavo Sebba (PSDB) — deputado estadual;
    • Helio de Sousa (DEM) — presidente da Assembleia Le­gis­la­tiva de Goiás;
    • Henrique A­rantes (PTB) — deputado esta­dual;
    • Heuler Cruvinel (PSD) — deputado federal;
    • Humberto Aidar (PT) — deputado estadual;
    • Humberto Machado (PMDB) — prefeito de Ja­taí;
    • Jayme Rincon (PSDB) — presidente da Age­top;
    • Jean Carlo (PHS) — deputado estadual;
    • José Eliton (PP) — vice-gover­nador;
    • Jovair Arantes (PTB) — deputado federal;
    • Lêda Borges (PSDB) — deputada esta­dual;
    • Lincoln Tejota (PSD) — deputado estadual;
    • Lucas Vergílio (SD) — deputado federal;
    • Lúcia Vânia (PSDB) — senadora;
    • Luis Cesar Bueno (PT) — deputado estadual;
    • Maguito Vilela (PMDB) — prefeito de Aparecida de Goiânia;
    • Mané de Oli­veira (PSDB) — deputado esta­dual;
    • Marconi Perillo (PSDB) — governador de Goiás;
    • Marcos Abrão (PPS) — deputado federal;
    • Marquinho do Privê (PSDB) — deputado esta­dual;
    • Paulo Cezar Martins (PMDB) — deputado estadual,
    • Pedro Chaves (PMDB) — deputado federal;
    • Roberto Balestra (PP) — deputado federal;
    • Ronaldo Caiado (DEM) — senador;
    • Rubens Otoni (PT) — deputado federal;
    • Talles Bar­reto (PTB) — deputado estadual;
    • Tayrone di Martino (PT) — vereador;
    • Vilmar Rocha — presidente do PSD e
    • Virmondes Cruvinel Filho (PSD) — deputado estadual

     

    Texto com adaptações  do Plantão JTI

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.