• Publicado em

    Veja as famosas que aceitaram fazer o polêmico book rosa

    Celebridades confessaram que aceitaram propostas de homens

    Rita Cadillac é uma das personalidades mais polêmicas da TV.

    Ela, que trabalhou por anos no Programa do Chacrinha, confessou no programa Chega Mais, exibido no domingo (9), que fez book rosa, nome dado para as famosas e modelos que topam fazer sexo por dinheiro.

    Rita Cadillac é uma das personalidades mais polêmicas da TV. Ela, que trabalhou por anos no Programa do Chacrinha, confessou no programa Chega Mais, exibido no domingo (9), que fez book rosa, nome dado para as famosas e modelos que topam fazer sexo por dinheiro

    — Rita Cadillac não, mas Rita de Cássia, aos 18 anos, sim. Eu tinha acabado de me separar…

    Minha avó faleceu, sem pai, nem mãe, sozinha.

    Tive que me virar. Uma amiga me falou que tinha um jeito, o famoso book rosa. Fui fazer…

    Fiz muito pouco, não deu certo, não levava jeito.

    Mas não me arrependo….

    Com o apoio da mãe, ela aceitou a investida e quitou seu apartamento com o dinheiro do book rosa Acesse o R7 Play e<br />
assista à programação da Record quando quiser

    Indianara Carvalho é a Miss Bumbum 2014. Ela, que depois do concurso fez cirurgia para voltar a ser virgem, fechou o book rosa com um conhecido seu, que pagou R$ 300 mil por uma noite com a modelo, a primeira depois da operação .

    Com o apoio da mãe, ela aceitou a investida e quitou seu apartamento com o dinheiro do book rosa.

    Andressa Urach contou em sua biografia ainda não lançada, intitulada Morri para viver - Meu submundo de fama, drogas e prostituição, que aceitou fazer book rosa. No trecho, a apresentadora conta que cobrava R$ 15 mil 

    Andressa Urach contou em sua biografia ainda não lançada, intitulada Morri para viver – Meu submundo de fama, drogas e prostituição, que aceitou fazer book rosa. No trecho, a apresentadora conta que cobrava R$ 15 mil .

    — Eu me tornei, infelizmente, uma das prostitutas mais desejadas e caras do Brasil. Meu corpo era perfeito e musculoso por conta de todas as cirurgias plásticas que fiz, todos os anabolizantes que tomei. Eu fazia presença em casas noturnas. Se tivesse um cliente interessado em me pagar para ter sexo, o negócio era feito ali com o gerente da boate. Tudo era autorizado por mim. Eu dava um sim ou não para cada proposta antes de fechar o negócio. Eu cobrava R$ 15 mil. Mas tinha uma regra rígida. Jantar, fotos ou vídeos não eram permitidos. Eu ficava apenas duas horas dentro do quarto de hotel e o pagamento tinha de ser feito antes do ato sexual

    — Eu me tornei, infelizmente, uma das prostitutas mais desejadas e caras do Brasil. Meu corpo era perfeito e musculoso por conta de todas as cirurgias plásticas que fiz, todos os anabolizantes que tomei.

    Eu fazia presença em casas noturnas. Se tivesse um cliente interessado em me pagar para ter sexo, o negócio era feito ali com o gerente da boate.

    Tudo era autorizado por mim. Eu dava um sim ou não para cada proposta antes de fechar o negócio. Eu cobrava R$ 15 mil.

    Mas tinha uma regra rígida. Jantar, fotos ou vídeos não eram permitidos.

    Eu ficava apenas duas horas dentro do quarto de hotel e o pagamento tinha de ser feito antes do ato sexual.

    Adaptações Plantão JTI
    Fonte R7

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.