• Publicado em

    Vídeo de sexo com loira é divulgado com nome da ex-BBB Fani

    O nome da ex-sister foi atribuído às imagens, mas, em entrevista ao ‘Ego’, ela negou.

    Por essa, a ex-BBB Fani não esperava. Isso porque foi divulgado nas redes sociais um vídeo onde uma loira aparece dançando em um pole dance, sem roupa e recebendo sexo oral de outra mulher. O nome da ex-sister foi atribuído às imagens, mas, em entrevista ao ‘Ego’, ela negou.

    “O nome Fani virou uma marca. Compram a marca Fani e ganham dinheiro com isso. Não sou eu nessas fotos”, disse ela, reafirmando que faz shows em casa de strip, mas não tira a roupa: “nos meus contratos eu deixo claro que o que eu faço ou não no palco é problema meu. Eles lotam as casas quando anunciam que é a Fani quem estará lá. Eu faço presença em puteiro, sim. É uma presença como em qualquer outro lugar e só faço isso: brinco com uma garrafa de tequila, grito um ‘uhu Nova Iguaçu’ e faço uma espécie de stand up comedy no palco. Provoco sorrisos nas pessoas, mas não faço nada sensual. Ganho R$ 10 mil para isso”.

    Fani ainda deixou claro que não tiraria a roupa em uma boate por dinheiro nenhum. “Se fizesse strip-tease assumiria sem problemas porque assumo tudo o que faço na vida e olha que sou exibida, hein. Faço strip-tease para os meus namorados, para o meu noivo, só em quatro paredes, no puteiro não. Podem me oferecer até R$ 500 mil que não faço. Se fizesse iria assumir. Não existe foto minha nua em boate nenhuma. Só existe nas revistas para as quais posei nua. A pessoa que vazou as fotos com interesse de me difamar ou se promover vai se dar mal. Meu advogado é meu tio, um cara super fera, e na semana que vem vou com ele à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) para que a polícia inicie uma investigação a fim de descobrir o autor da divulgação dessas imagens. Isso me chateia”, afirmou.

    Assista:

     

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.