• Publicado em

    Vídeo mostra mulher que matou filha a marretadas em Goiânia supostamente possuída, assista

    Em estado de surto ela aparece falando em línguas estranhas.

    Um vídeo que começou a circular nas redes sociais  mostra Alessandra Fiuza Neves, dentro de uma viatura aparentemente possuída, em estado de surto. Ela foi presa acusada de ter matado a própria filha de 1 ano e 8 meses a marretadas e queimado o corpo em Goiânia.

    Leia também: Parecia ser uma mãe amorosa, diz conhecidos de mulher que matou filha a marretada e colocou fogo; em Goiânia 

    Falando em línguas, palavras desconexas, a mulher que é formada em Educação Física aparentar não estar bem psicologicamente.

    Alessandra esta detida sob prisão preventiva, que foi solicitado pelo promotor de Justiça Sebastião Marcos Martins, e acatado em audiência de custódia realizada nesta sexta-feira (22), pelo juiz Eduardo Pio Mascarenhas que decidiu em manter a sua prisão.

    Veja o vídeo:

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.