• Publicado em

    Vídeo picante de professora argentina com ‘menor’ vaza e passa em canal de filmes adultos

    Um vídeo picante que mostra uma suposta professora fazendo sexo com um aluno de 16 anos foi divulgado através do WhatsApp e viralizou na Argentina. A mulher foi identificada como Lucita Sandoval, 26, professora de uma escola de Santiago del Estero, mas tudo não passou de uma confusão

    O vídeo, que mostra um jovem se relacionando com uma mulher, foi publicado em setembro por um usuário em um famoso canal de filmes adultos na internet. Pouco tempo depois, acusaram a argentina Lucita Sandoval de ser protagonista e estar transando com um menor de 16 anos

    O vídeo, que mostra um jovem se relacionando com uma mulher, foi publicado em setembro por um usuário em um famoso canal de filmes adultos na internet. Pouco tempo depois, acusaram a argentina Lucita Sandoval de ser protagonista e estar transando com um menor de 16 anos

    Segundo informações do tabloide Mirror, a professora chegou a ser presa e já teria enfrentado outras acusações por se relacionar com seus aluninhos. Após ela ser afastada da escola onde dá aulas, a autenticidade do vídeo foi dada como falsa!

    Segundo informações do tabloide Mirror, a professora chegou a ser presa e já teria enfrentado outras acusações por se relacionar com seus aluninhos. Após ela ser afastada da escola onde dá aulas, a autenticidade do vídeo foi dada como falsa!

    A mulher que protagonizou as cenas picantes não seria Lucita Sandoval

    A mulher que protagonizou as cenas picantes não seria Lucita Sandoval

    Seria uma outra professora da cidade de Corrientes, que não teve o nome relevado

    Seria uma outra professora da cidade de Corrientes, que não teve o nome relevado

    Um jornal argentino identificou o 'adolescente'. Ao invés dos polêmicos 16 anos, ele é maior de idade e aluno de uma faculdade 

    Um jornal argentino identificou o “adolescente”. Ao invés dos polêmicos 16 anos, ele é maior de idade e aluno de uma faculdade

    O vídeo postado no site de filmes pornográficos viralizou e foi compartilhado em todo o país

    O vídeo postado no site de filmes pornográficos viralizou e foi compartilhado em todo o país

    No Facebook, o perfil de 'Lucita Sandoval' foi bombardeado de comentários de pessoas que assistiram as supostas cenas. Alguns disseram que queriam tê-la como professora

    No Facebook, o perfil de ‘Lucita Sandoval’ foi bombardeado de comentários de pessoas que assistiram as supostas cenas. Alguns disseram que queriam tê-la como professora

    Outros a acusaram de ter abusado de um aluno de 16

    Outros a acusaram de ter abusado de um aluno de 16

    Poucos já sabiam da informação de que ela, na verdade, não é a protagonista das cenas

    Poucos já sabiam da informação de que ela, na verdade, não é a protagonista das cenas

    Teria Lucita Sandoval sido vítima de uma pegadinha cruel na internet?

    Teria Lucita Sandoval sido vítima de uma pegadinha cruel na internet?

    O tabloide Daily Mail divulgou informações que dizem que realmente não é ela e, sim, uma mulher da cidade de Corrientes

    O tabloide Daily Mail divulgou informações que dizem que realmente não é ela e, sim, uma mulher da cidade de Corrientes

    O estrago foi feito

    O estrago foi feito

    Apesar do vídeo ter sido dado como falso por alguns veículos de<br />
comunicação, algumas pessoas dizem que sim, é Lucita nas imagens<br />
picantes

    Apesar do vídeo ter sido dado como falso por alguns veículos de comunicação, algumas pessoas dizem que sim, é Lucita nas imagens picantes

    As reportagens que dizem ser outra pessoa no vídeo parecem não ter convencido muita gente

    As reportagens que dizem ser outra pessoa no vídeo parecem não ter convencido muita gente

    O quadro de professoras acusadas cresce a cada dia. O último caso dado pelo HORA 7 foi o da professoraMegan Mahoney, de 24 anos, que se meteu numa enrascada de grandes<br />
dimensões. A mulher, que dava aulas de educação física na escola de<br />
Staten Island, em Nova York (EUA), foi pega no flagra tendo relações<br />
sexuais com um aluno de 16. Megan está presa e pode puxar até quatro<br />
anos de cana, de acordo com as leis estaduais, acusada de estupro <br />

    O quadro de professoras acusadas cresce a cada dia. O último caso dado foi o da professora
    Megan Mahoney, de 24 anos, que se meteu numa enrascada de grandes dimensões. A mulher, que dava aulas de educação física na escola de Staten Island, em Nova York (EUA), foi pega no flagra tendo relações sexuais com um aluno de 16. Megan está presa e pode puxar até quatro anos de cana, de acordo com as leis estaduais, acusada de estupro

      Megan tinha pedido demissão da escola depois que a namorada do<br />
adolescente, cujo nome não foi divulgado, pegou os dois aos beijos e<br />
amassos numa pizzaria da cidade<br />

    Megan tinha pedido demissão da escola depois que a namorada do adolescente, cujo nome não foi divulgado, pegou os dois aos beijos e amassos numa pizzaria da cidade

    A professora admitiu ter caso com o rapaz. O relacionamento teria durado<br />
 três meses. Mesmo sendo consensual, fazer sexo com menor de idade no<br />
estado de Nova York é considerado crime de estupro<br />

    A professora admitiu ter caso com o rapaz. O relacionamento teria durado três meses. Mesmo sendo consensual, fazer sexo com menor de idade no estado de Nova York é considerado crime de estupro

    Como ela confessou que se encontrava com o adolescente pelo menos duas vezes por semana nesse tempo, a Justiça pode estabelecer 30 acusações de estupro, além de ato sexual criminoso

    Megan, que foi jogadora de basquete e assistente de técnico, foi vista fazendo sexo com ele dentro das escola

    Isso aconteceu “algumas vezes”, disse o rapaz . Os encontros aconteciam nas instalações da escola, em locais como a quadra de esporte, vestiários e salas de aula. O casal também se via no apartamento dela

     Megan foi presa mas acabou solta após pagar fiança. O valor não foi revelado<br />

    Megan foi presa mas acabou solta após pagar fiança. O valor não foi revelado

    O garoto foi expulso da escola. Megan disse que pretende voltar a treinar times de basquete. Ela acredita que pode receber pena mais branda, já que confessou o crime

    Fonte/HORA 7

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.