• Publicado em

    Vídeo que mostra uma jovem sendo espancada repercute nas redes sociais, assista

    Um vídeo que circula pelas rede sociais mostra o momento em que Felipe agride Edvania, após gritar com ela.

    Um homem foi detido após agredir com socos e pontapés a segurança de um clube, em Três Corações, em Minas Gerais, neste sábado. Ele foi identificado apenas como Felipe, de 34 anos, e já havia agredido a mulher, uma delegada da cidade, antes de bater em Edvania Nayara Rezende, de 23 anos. Ele também é acusado de agredir um outro homem no local. Nas redes sociais, internautas publicam fotos e informam o nome completo de um homem que seria o agressor.

    De acordo com Edvania Nayara, Felipe e a esposa estavam discutindo no carro quando passaram por ela.

    – Ela se jogou do veículo e começou a gritar. Ele parou o carro mais a frente e partiu para cima dela, deu um tapa nela. Muita gente começou a filmar e ficou em cima, tentando acalmar. Ela pegou a chave do carro dele, jogou longe e fugiu. Eu falei que ia chamar a polícia e ele veio falar que só queria levar ela para casa. Eu falei que isso não dava e ele o direito de bater em uma mulher e ele me socou. Caí no chão e ele ainda me chutou – contou Edvania.

    Ana Paula e Felipe Neder

    Ana Paula e Felipe Neder

    O agressor foi identificado como Luiz Felipe Neder Silva, de 34 anos.

    No facebook, Nayara desabafa: “Fui vitima de um vagabundo que bateu na mulher dele, delegada Ana Paula. Eu fui ajudar ela. Nem se quer tava ali pra me defender ou falar alguma coisa do tipo. Mais eu tenho minha consciência limpa que, mesmo saindo na pior eu fiz o que era certo no momento”, disse.

    E faz um apelo para divulgação do vídeo pra que justiça seja feita. “E vamos me ajudar a divulgar essa publicação e que a justiça seja feita. E já foi, que esse vagabundo já tá preso essas horas! Só queria agradecer a todos pelo carinho de todos”, finaliza.

    Assista;

    Fonte/Gilberto Lima

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.