• Publicado em

    Vizinho é preso suspeito de matar menina de 9 anos

    O crime chocou a população do Rio.

    Agentes da Divisão de Homicídios (DH) concluíram que Adriele Rodrigues da Silva, de 9 anos — cujo corpo foi encontrado às margens de um valão em Cosmos, na Zona Oeste do Rio, em setembro —, foi morta por um vizinho da família. Um exame de DNA confirmou que era de Wilton da Silva Lopes, de 26 anos, o sangue que estava num lenço amarrado no pescoço da vítima.

    Entre as hipóteses do que pode ter motivado o assassinato estão vingança e até a possibilidade de a menina ter sido usada num ritual de magia negra. De acordo com a delegada assistente da DH Patrícia Aguiar, responsável pelo inquérito, foi achado sangue do acusado também em panos espalhados pela casa dele.

    Adriele foi morta depois de receber pancadas na cabeça e de ser estrangulada. Wilton, que já estava preso temporariamente suspeito do crime, teve a prisão preventiva pedida por Patrícia à Justiça. A mãe da criança, a dona de casa Andréa Rodrigues, de 27 anos, lamenta o desfecho das investigações:

    — Ele (Wilton) foi criado comigo, morou aqui perto a vida toda. Não consigo entender o que o levou a fazer isso com minha filha. Nunca vou perdoá-lo.

    A delegada apura agora se há outros envolvidos no homicídio. Wilton já tinha passagens pela polícia pelos crimes de lesão corporal, injúria e roubo. Segundo Patrícia, Adriele foi a única criança vítima de homicídio doloso este ano na capital. Fonte/ Extra

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.